https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

Seguindo a poesia

 
Tags:  palavra    pauta    oração  
 
Open in new window
A poesia me segue.
Ou...eu sigo a poesia.
Eu não sei!
Só o que sei é que dela necessito.
É um grito no meio do silêncio.
É a palavra na pauta.
É o escrito que não posso dizer.
Palavras no meio do nada.
Oração de todo dia.
Escrevo...escrevo compondo,
Minha poesia!

Nereida

 
Autor
nereida
Autor
 
Texto
Data
Leituras
286
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
8
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 23/02/2018 01:00  Atualizado: 23/02/2018 01:00
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6553
 Re: Seguindo a poesia
Boa noite, Nereida,

Parabéns, descreveu perfeitamente
O que sente um poeta.

Beijos,
MaryJun


Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 23/02/2018 09:21  Atualizado: 23/02/2018 09:21
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1772
 Re: Seguindo a poesia
Nereida.. sempre muito expressiva nos seus versos. Gostei de os ler.. pois vi o sentimento que tenho pela escrita reflectido neles. Adorei! Beijinhos.


Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 23/02/2018 23:06  Atualizado: 23/02/2018 23:06
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2662
 Re: Seguindo a poesia
Muito original e engraçado, querida amiga!!

Meus parabéns, gostei muito dessa historia.

Beijos!!


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 24/02/2018 11:30  Atualizado: 24/02/2018 11:30
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4214
 Re: Seguindo a poesia P/Nereida
Bom dia Nereida,

Mas que belo, esse sentimento de poeta, que inunda perfeitamente a tua mente, limpido nos versos que partilhaste aqui.
Adorei esses versos tão aprumadinhos.
Existe uma evolução nos teus versos, que pessoalmente eu creio assim, de há um ano a esta parte, quando te venho ler sempre constacto que estás diferente... como num rigor mais acentuado, e num sabor mais apadalado, nesses belos versos que partilhas.
Parabéns amiga.
Beijinhos Nereida

Maria