https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

um dia a menos

 
Encalhava nos bancos de areia
apesar
da cartografia exemplar que seguia.

Mesmo que olhasse eternamente o fundo de si,
havia
sempre mais um rombo no casco cru.

Como prego
sem bico virado,
fundeava-se nas enseadas fartas de sorrisos magros.

Entre os corpos celestes dos corais rugosos,
as arestas rasgavam no momento
do toque.

No fundo
queria encostar-se
a cais mais dóceis, sempre levado pela maré
para mais
uma tempestade.

E ao sabor a verbo nas margens das vagas.





Sou fiel ao ardor,
amo esta espécie de verão
que de longe me vem morrer às mãos
e juro que ao fazer da palavra
morada do silêncio
não há outra razão.

Eugénio de Andrade

Saibam que agradeço todos os comentários.
Por regra, não respondo.

 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
735
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
52 pontos
4
4
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/11/2018 15:46  Atualizado: 20/11/2018 18:13
 Re: um dia a menos
.
O navio maldito é uma das metáforas mais nobres da literatura: de Camões a Sophia, de Rimbaud a Nick Cave, a imagem da embarcação que vagueia ou que naufraga possui tal intensidade, que representa bem o desafio de se ser humano.
Do último verso, depreendo que talvez seja a vez das próprias palavras, revoltas como as ondas, vogarem nas estremas da linguagem, rasgando as suas arestas através do desafio da poesia, essa "cartografia exemplar" que nos orienta e que nos perde.
Admirável a maturidade do poema, admirável o facto de não ter (ainda) comentários...

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/12/2023 21:50  Atualizado: 05/12/2023 21:50
 Re: um dia a menos
Belíssimo!

Enviado por Tópico
Paulo-Galvão
Publicado: 06/12/2023 19:51  Atualizado: 06/12/2023 19:51
Usuário desde: 12/12/2011
Localidade: Lagos
Mensagens: 1169
 Re: um dia a menos
Olá Rogério,
Permita-me esta liberdade.
Ainda não havia lido este barco deambulando entre rochas e o cinismo funcional até naufragar na praia exposta fustigada por ondas de ansiedade.
Senti necessidade de prolongar o dia.
Gostei muito.
Paulo

Enviado por Tópico
Egéria
Publicado: 08/12/2023 08:39  Atualizado: 08/12/2023 08:39
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: um dia a menos
Olá,
"Mesmo que olhasse eternamente o fundo de si,
havia
sempre mais um rombo no casco cru."
Adorei!!!
Abraço