https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

O Universo do Eu

 
Open in new window











O Universo do Eu

Ah! As minhas frases secas e mal formadas
tentando explicar aquilo que não se tem
são frases soltas por uma alma mal amada
porque talvez se no peito existe um feito
este feito não foi feito por mim nem por ninguém.

Ela é apenas sujas e tolas velas soltas
de um barco roto que na água não se mantem
apodrecido em sua quilha, da popa até a proa
e não sendo ave, não é no mar que a gente voa
mas é onde os loucos e falsos deuses dizem amém.

Todo recortado e maltrapilho o corpo era fétido
e curtido, mal cheiroso como nada nem ninguém
totalmente chafurdado entre os porcos
em uma lama, em um meio pegajoso
mas que com seus olhos via o horizonte
o que se tinha ou que se tem

No mundo, estampada e escarrada no muro da vida,
a figura absurda, tosca e desengonçada tem
um corpo alquebrado e imaturo também
tolhido de tudo nesta inútil morada parida
em um universo de singular identidade
porém esta alma perplexa está passada ao além,


Mas a cabeça é um coco partido e tem os pés doloridos
que se arrastam e seguem em frente, porque esta cabeça eles mantem
enquanto os dentes cavam sepulturas rasas
em um mundo louco e demente, um buraco de serpentes, porem
toda esta agonia esta presente enquanto a dor infinita que ela sente,
expressa e vaza estas frases mal formadas,
pois é tudo que trago deste universo e que também...me convém.

Alexandre

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
75
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.