https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

À luz do luar

 
Tags:  tempo    luar    espera    consolo.  
 
À luz do luar

A suave e prateada luz desse luar
Iluminado suavemente esta casa
O meu pensamento em ti cria asa
Esperando que ainda vais voltar

A minha mágoa vem do coração
Pois tanto tempo estou a esperar
Pensando que possas regressar
Mas tudo isso não passa de ilusão

Vem curar a minha alma dolorida
Que vaga sem destino, esquecida
Que agora contempla a luz do luar

Vem urgente, tem piedade de mim
Pois não posso viver triste assim
Pois somente tu podes me consolar.

Jmd/Maringá, 22.03.19



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
236
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.