https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Solidão

 
Tags:  vida    noite    estrada    amargura  
 
Solidão

Nesse quarto de saudades
Essa solidão me apavora
Não tenho mais felicidades
Como no tempo d'outrora

Tristes sentimentos meus
Nesta noite de amargura
Eu recordo o seu adeus
Que ainda hoje me tortura

Desde o dia que foi embora
E pôs os seus pés para fora
Aqui nunca mais voltou

Nesse dia foi minha vida
Por uma estrada dolorida
O que foi bom tudo acabou

jmd/Maringá, 09.04.19


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
290
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.