https://www.poetris.com/
Poemas : 

AMOR ESTÁ MORTO

 
AMOR ESTÁ MORTO

Extra! Extra! 
Em primeira mão: AMOR ESTÁ MORTO.

Suas flechas foram encontradas 
à beira do riacho em que se afogou.
O pequeno corpo alado, todavia,
permanece oculto em meio às algas.

Ninguém lhe soube o motivo, embora
não faltassem descontentes raivosos
suspirando por vingança.

Multidões seguem o cortejo,
carregando um caixão vazio
no anseio de lhe dar descanso.
Ele, filho de deuses, 
sobreviveu a morte de todos...
Um por um, descendo 
do Olimpo para o Olvido!

Chegou seu dia, afinal.
Não poderia o Amor habitar essa terra onde
todos se desdenham ou se desconfiam.

Nem mesmo o deus cristão
lhe trocando o heleno nome
-- de Eros para Ágape... --
evitou que o esquecessem.

Passados os milênios,
também o Verbo desceu ao Olvido.

Enquanto Eros-Ágape se equilibrava
na corda-bamba da modernidade,
iconoclastas ensandecidos o difamavam.

Triste e esquecido,
tal como antes o grande deus Pan,
também o pequeno Amor
foi ter às águas do Lete
e nunca mais foi visto em lugar nenhum.

Betim - 11 02 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
90
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.