https://www.poetris.com/
Poemas : 

Ponto pé de flor

 
A velha calçada
A lilás bordada
Alegria
Ponto pé de flor
Jacarandá
Tapeçaria
Vento soprado de norte
Calor
Dourado
Cor de verão
Sol bronzeado.
A sina na palma da mão
Ergo os olhos numa prece
Me devolve o tempo de outrora
Paz que o dia me dava
Regresse a mim o prazer
De esperar na avenida
Tapete multicor
Perfumado
Devolve o meu amor
O meu amado
Jacarandá, Jacarandá
Ponto pé de flor.


Carpe diem

Open in new window

 
Autor
Violante
Autor
 
Texto
Data
Leituras
127
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.