https://www.poetris.com/
Sonetos : 

TIBICUERA

 
Tags:  SONETOS 2019  
 
TIBICUERA

A passos curtos sigo por dormentes,
Cujos trilhos tomados de capim
Parecem se perder n'algum confim
Há muito abandonado de viventes...

Sem aviso a via férrea nas vertentes
Some, desbarrancada, e no alecrim
Que no campo nasceu sem ter jardim
E cobriu as moradas dos ausentes:

Eram ruínas tristes, desoladas...
Há décadas talvez desabitadas,
Visto nomes e sonhos esquecidos.

Porém n'uma clareira o chão maninho
Permanece só poeira e descaminho...
Ali a cova rasa dos vencidos.

Nova Lima - 12 10 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
95
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.