https://www.poetris.com/
Rondel : 

ME DEIXE ANCORAR MEU BARCO

 

Me deixe ancorar meu barco
No amplo conforto do teu porto
Para enfrentar aos desacatos
Que tem roubado o meu fôlego.

Se o meu viver já anda louco
Não sei porque estou estático
Me deixe ancorar meu barco
No amplo conforto do teu porto.

Venho fazer o meu desabafo
Mas não estou em penitência
Qualquer um pode se cansar
Denunciar aos seus maus tratos
M e deixe ancorar meu barco.


Enviado por Miguel Jacó em 29/11/2019
Código do texto: T6806832
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
127
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 30/11/2019 00:52  Atualizado: 30/11/2019 00:52
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1433
 Re: ME DEIXE ANCORAR MEU BARCO
Parabéns Miguel ,lindo poema!
Abraço.