https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

no final, foi o vento.

 
banha seus cabelos com água de cheiro
por cima das horas e o macio do espelho
enaltece a tudo que eu quis
interrompa o relógio uma vez mais


inaugure no caderno dessa noite
um quê de triste no vermelho
um tratado sobre pecado
me repouse em interrogações no teu peito


invente voar no mesmo céu
do meu quarto do meu tempo
até que o horizonte seja um ponto em seu olhar

multiplica o verbo o vento
brinca de dia em todo calendário
deixando minha pele em branco


morra comigo aos poucos
assombra a realidade, queime.
habita o sonho, exato.

e não me dê tudo de bom de uma vez.



Vania Lopez


Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
1257
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
48 pontos
10
7
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 14/07/2015 08:06  Atualizado: 14/07/2015 08:06
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1362
 Re: no final, foi o vento.
para nascer muitas mais vezes.

Delicioso. Belo.

Parabéns

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 14/07/2015 12:28  Atualizado: 14/07/2015 12:28
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12487
 Re: no final, foi o vento. P/Vania Lopez
Quando o vento nos arrebata vem dar mais frescura à vida, afasta os cabelos dos olhos e vemos melhor o caminho iluminado...sem pressas.
Adorei o poema, um louvor bem merecido e um beijinho sereno Vólena

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 14/07/2015 13:25  Atualizado: 14/07/2015 13:25
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9249
 Re: no final, foi o vento.
Bom dia Vania, quando deslumbrado com o outro, tudo neste ser nos parece assediante, e persuasivo, parabéns pelo envolvente enredo poético, um abraço, MJ.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 14/07/2015 17:20  Atualizado: 14/07/2015 17:20
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: no final, foi o vento.
O mundo dos sentimentos é, ainda, misterioso para muitos de nós, e graças à poesia, pode-se filtrar, exteriorizar em versos, o que permeia nossa alma.
Linda inspiração, para esse poema. Parabéns, amiga!
Bjossss

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/07/2015 17:22  Atualizado: 14/07/2015 17:22
 Re: no final, foi o vento.
*em voos majestosos de sentida Poesia...
beijo azul Fada!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/07/2015 16:20  Atualizado: 15/07/2015 16:20
 Re: no final, foi o vento.
Você tem muito talento!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/07/2015 17:58  Atualizado: 30/07/2015 17:58
 Re: no final, foi o vento.
como é bom sentir esse aroma!

Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 01/08/2015 19:15  Atualizado: 01/08/2015 19:15
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2650
 Re: no final, foi o vento.
'morra comigo aos poucos
assombra a realidade, queime.
habita o sonho, exato'.

Assim ando a recordar amores...
Todos mortos debaixo das folhas
mortas nas horas de outono.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 11/08/2015 22:39  Atualizado: 11/08/2015 22:39
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6796
 Re: no final, foi o vento.
Não sei o que é, somente ouço aquilo que vem do silêncio aflorando os olhos, invadindo nossos lábios , que se reflete no espelho de nossas bocas.

lindo poema

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 16/08/2015 18:57  Atualizado: 16/08/2015 18:57
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: no final, foi o vento.
Existe um tempo para tudo Vania, por isso:

"morra comigo aos poucos
assombra a realidade, queime.
habita o sonho, exato.

e não me dê tudo de bom de uma vez."

Teus cantos são também originais envoltos entre mil figuras, envolventes também.

bj