https://www.poetris.com/
Poemas -> Sombrios : 

Ecos da morte

 
Tags:  tristeza    sombrio  
 


A vida é um carrossel
Que gira sem parar
Pode parecer cruel
Mas nada a vai contrariar.

O dia vai e vem
Pintado de cinzento
Mas ele também é refém
Do intemporal tempo.

Quando a determinação
For enfraquecida
A negra escuridão
Se apodera da vida.

Há quem queira fugir
Duma força mais forte
Mas quando pararem irão ouvir
Os ecos da morte…



José Coimbra

 
Autor
Legan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
198
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/01/2020 18:44  Atualizado: 03/01/2020 18:44
 Re: Ecos da morte
José, a vida é a minha fantasia, o resto é opcional.

continuação de um bom dia