https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

[Poderosa flor]

 
[Poderosa flor]

Ela veio me agraciar com seu sorriso
Numa tarde de verão
Simplicidade no charme, doses de luzes na escuridão
Delicadeza pisando em ouro num selvagem caminhar
Silêncio inunda o tocar, reflexos de lascas de pétalas no olhar.

Com medo, em meio a floresta
Ela pergunta:
Para aonde iremos?
Sigamos o rumo da borboleta
Ela nos levará até a desejada clareira.

Atravessemos o córrego de lágrimas
Que corta o jardim do seu olhar
Um segundo além da tempestade
O sol volta a brilhar.

Poderosa flor, derrame suas fraquezas
Em taças preparadas para receber vinho nobre
O amor que sinto por ti
Nem o furor da tempestade encobre.

Agora que você conhece o fundo da minha alma
Me deixe repartir o seu fardo
Aguente o frio, aqueça-se ao meu lado
No jardim dos seus olhos meu coração
Não caminhará calado.



 
Autor
Keithrichards
 
Texto
Data
Leituras
270
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
6
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 11/01/2020 09:32  Atualizado: 11/01/2020 09:32
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29440
 Re: [Poderosa flor]
Quanta beleza nesse poema intenso, onde tudo se traduz, maravilha


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 12/01/2020 00:09  Atualizado: 12/01/2020 00:09
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6745
 Re: [Poderosa flor]
Boa noite, querido poeta.

Belíssima construção poética. Tão delicada, parabéns.

Um abraço,
Mary Jun


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 19/09/2020 11:53  Atualizado: 19/09/2020 11:53
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4280
 Re: [Poderosa flor] P/ Keith Richards
Olá Keith,

Magnifico este teu poema. Creio que o teu poemas que me causou mais impacto ao ler.
Os primeiros cinco versos são de um lirismo formidável, de que gostei muito.

Um registo que evidencia uma evolução inequivoca na tua poesia. Ficquei mito feliz com esta leitura.
Parabéns

Beijos

Eureka