https://www.poetris.com/
Poemas : 

A boca congela-se sem beijos

 

Mais nada se move em cima do asfalto
os pássaros fogem para outros abrigos
e a alma navega num destino virtual
sem saber de si, envolto em silêncios
a boca congela-se sem beijos
e os braços deslizam ao longo do corpo
inertes, indiferentes ao suspiro prolongado
na ausência do corpo amado,
as mãos delineiam voos alucinados
á procura dos corpos ausentes… de ti
mas um dia o suspiro diluir-se-á
no abraço desejado,
a boca queimar-se-á nos beijos dados
e as mãos deslizarão impetuosas
no fim da quarentena dos corpos

Escrito 26/3/20
 
Autor
Liliana Jardim
 
Texto
Data
Leituras
138
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
4
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/04/2020 12:09  Atualizado: 06/04/2020 12:09
 Re: A boca congela-se sem beijos
ó minha senhora, os vírus estragaram isto tudo. já nem se pode por a mão! não se pode fazer nada, nada de bom. porra, infectaram isto tudo. e agora, sem por a mão e outras coisas perdemos o melhor. ok. podemos viver para um computador, talvez para um telemóvel. ai... que desgraça. será que podemos ser felizes com o computador ou... talvez já haja computadoras ou telemóblas... dizem que o mundo está muito avançado e é muito bonito! eu não acredito. que coisa má.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 06/04/2020 12:22  Atualizado: 06/04/2020 12:22
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16613
Online!
 Re: A boca congela-se sem beijos
Poetisa

mas um dia o suspiro diluir-se-á
no abraço desejado,
a boca queimar-se-á nos beijos dados
e as mãos deslizarão impetuosas
no fim da quarentena dos corpos


Que assim seja! Amém!
Adorei a leitura! Obrigada pela partilha!
Levei!

Janna

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 06/04/2020 14:47  Atualizado: 06/04/2020 14:47
Da casa!
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 490
 Re: A boca congela-se sem beijos
Na inércia dos corpos só o sussurro das almas.
Juvenal Nunes

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 01/05/2020 11:14  Atualizado: 01/05/2020 11:14
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4535
 Re: A boca congela-se sem beijos
Obrigado amigos pelos vossos comentários

Beijinhos