https://www.poetris.com/
Poemas : 

AMPULHETA

 
.
.
.
Advindo do infinito
o eco das palavras...
Do seu tempo,
o Homem artífice
no seu próprio tempo,
é mago e magia,
pênsil num receptáculo
perpassando em fina areia...
Heranças de vida...
Epígono ser,
ungido pelos astros,
pelas mãos dos mestres...
Obediente,
verga a cabeça
em reverência,
doa-se brune...
Lição de amor
após “ser”
que cada qual
feliz é no esvair
do seu afunilado
tempo; precipitado
ao fundo da
gota cristal...
Dita o destino,
marca o tempo,
inverte e reinicia...
Anoso episódio
manipulado.

 
Autor
ZESILVEIRADOBRASIL
 
Texto
Data
Leituras
58
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
2
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 02/08/2020 11:24  Atualizado: 02/08/2020 11:24
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3156
 Re: AMPULHETA


A vida é uma ampulheta
de magia, de tempo, de amor
feita numa sentida melodia

um abraço poeta ZesilveiradoBrasil

Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 02/08/2020 15:41  Atualizado: 02/08/2020 15:41
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2813
 Re: AMPULHETA
Pois amiguirmão...

O tempo. Há tempo?