https://www.poetris.com/
Poemas : 

dezassete anos

 
.



Quando tinha dezassete
Tinha todos os meus dentes,
Os horizontes compridos
E os mais fúlgidos poentes.

Aflige-se o coração,
Eternamente cativo,
Quando a saudade me vence,
Quando aquela luz revivo.

É tanto o que já perdi
Que nem o verso mais belo
Jamais poderá conter
Aquilo que eu mais anelo.

Lacerado espero o fim
Desta dura maldição
Desta miragem de ausência
Que alaga o meu coração.

*******

Con mis diecisiete años
tenía todas las muelas,
los horizontes muy amplios
y una hermosa cabellera.

Al revivirlos suspiro,
se atormenta el corazón,
eternamente cautivo
de todo cuanto murió.

Es tanto lo que se fue
que ni el verso más sublime
jamás podrá contener
sus encantados confines.

Lacerado espero el fin
de esta dura maldición,
de esta sombra triste y gris
de lo que otrora fui yo.

 
Autor
Juanito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
97
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
8
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 22/10/2020 16:54  Atualizado: 22/10/2020 16:54
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3512
 Re: dezassete anos


O tempo volta para trás

Como era bom parar um pouco o tempo
mas infelizmente não pára

um abraço poeta Juanito


Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 22/10/2020 19:08  Atualizado: 22/10/2020 19:08
Da casa!
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade:
Mensagens: 359
 Re: dezassete anos
Lindo poema como sempre. Vale a reflexão, mas eu, sinceramente, já aceitei trocar toda a vitalidade dos 17 pela experiência dos 6? (não vou contar...). Abraços Juanito.


Enviado por Tópico
MiaRimofo
Publicado: 23/10/2020 18:24  Atualizado: 23/10/2020 18:24
Super Participativo
Usuário desde: 02/08/2016
Localidade:
Mensagens: 103
 Re: dezassete anos
Parabéns

Juanito gostei muito


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 25/10/2020 16:25  Atualizado: 25/10/2020 16:25
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1770
 Re: dezassete anos
Como era bom!Quando se é jovem !
Agora mais idoso restamas lembranças.
Precioso poema caro Juanito!