https://www.poetris.com/
Poemas : 

Vejam-me assim

 
Caros poetas vejam-me assim:
Sou uma pessoa apaixonada
Que vive essa paixão e é fiel
Que apesar de ser feliz assim
Tive um passado de muita dor
De procuras inúteis e vãs
De erros por medo e coragem
Mas nunca escolhi ser falso
Nem escolhi mentir ou enganar
Escrevo para quem sente dor
Como quem lhe estenda a mão
Ou ofereça o ombro de amigo
Acredito ser parte do divino
E que em tudo há uma razão
Que por vezes, não sabemos ver
Sou pequenino naquilo que sei
Grande para aceitar todo saber
Se vires assim, serás meu amigo
E eu serei amigo teu e te ouvirei
Não me fales mal de outra pessoa
Pois, sei que não saberei entender
Mas, escrevas um poema sentido
Que chorarei ou rirei ao teu lado
Por fim, dos meus defeitos o maior
Foi fazê-los pensar que também sou poeta.



Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.



 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
93
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Legan
Publicado: 25/11/2020 07:18  Atualizado: 25/11/2020 07:18
Da casa!
Usuário desde: 26/01/2010
Localidade: Algures em Trás-os-Montes
Mensagens: 312
 Re: Vejam-me assim
Quem escreve assim, para mim é poeta!

Neste mundo ninguém é perfeito e todos temos os nossos defeitos...

E por vezes uma amizade é um auto sacrifício, é esconder a própria dor para ouvir e compreender a outra parte...

Muito bom poema. poeta!

Abraço
José Coimbra


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 25/11/2020 09:55  Atualizado: 25/11/2020 09:55
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3978
 Re: Vejam-me assim



Preservando na memória os pensamentos soltos
e traduzidos em palavras poéticas de tanto sentimento
que ilumina os defeitos de qualquer um de nós

um abraço poeta Mr.Sergius


Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 25/11/2020 18:05  Atualizado: 25/11/2020 18:05
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 3180
 Re: Vejam-me assim
Meu nobre amigo. Falaste muito nas palavras que li. Deixe a alma livre e apresente sempre a beleza dos versos. Grande abraço!


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 26/11/2020 20:50  Atualizado: 26/11/2020 20:50
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1296
 Re: Vejam-me assim
Caro poeta, é com satisfação e agrado que li o seu excelente poema, e permita-me que lhe diga, o seu texto tem a expressão de um verdadeiro poeta, com a firmeza, a frontalidade, o carisma e de uma sensibilidade humilde na forma como descreve as situações boas e penosas do passado e o que lhe vai na alma. Subscrevo e identifico-me na forma de homem que é, pois conforme expressa, vivendo da verdade, frontalidade, em paixão, fidelidade e amigo do seu amigo.
Para mim é portanto uma satisfação, a amizade, o amor que tenho a meu lado ao longo dos anos a minha grande companheira, amiga e guerreira na vida que fez de mim ser o homem que hoje sou, numa saudável relação de amor em recíprocidade e cumplicidade.
Todos nós ao longo da vida, erramos e temos as nossas imperfeições, mas é assim que corrigimos esses erros e temos que ter orgulho em nós, onde todos os dias lutamos, para tornamo-nos melhores como pessoas.
Permita-me ainda, meu caro poeta Mr. Sergius desejar-lhe tudo de bom para a sua vida, com amor, paz e essencialmente saúde.
Bem haja.
Meus cumprimentos

António Fonseca