https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

As virgens imprudentes

 
Tags:  evangelho    parábola    Dez virgens  
 
Momentos que são únicos na vida das pessoas
Lembranças de olhares furtivos
Que nunca disseram a verdade escondida
No mundo que tenta permanecer intacto
Das vicissitudes de tempos imemoriais que não voltam mais.
Longe das estradas vicinais caminha o ébrio solitário
Em direção a sua própria perdição.
Seja você mesmo a andar pelas planícies
E não toque nas flores perdidas pelo vento
Se não quiser acordar o dragão que protege a alma dela.
Uma vida que vale a pena viver
Não pode ser desperdiçada com palavras vazias.
No crepúsculo das existências falidas
Ouve-se um lamento que não parece real
E as donzelas perdidas escondem-se para não serem vistas
Quando foram pegas desprevenidas.
A única coisa que precisava era manter a luz acesa
E nem isso elas conseguiram fazer.
Lamentações de vidas desoladas causam repulsa e indignação
Porque poderiam ter sido mais prudentes
Poderiam ter pensado que aconteceria
Mas preferiram dormir silenciosamente.
Vencidas pelo sono mortal que atinge o ser humano
Choram tristemente a oportunidade perdida
Poderiam estar agora nas bodas em festa junto ao noivo
Mas não podem porque a porta se fechou para elas.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
75
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 25/02/2021 14:23  Atualizado: 25/02/2021 14:23
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade:
Mensagens: 749
 Re: As virgens imprudentes
Olho a vida e percebo que muitos valores se perderam ou foram trocados por ninharias. A vida perdeu, para muitos, o valor que lhe dávamos em outros tempos.
Muito boa observação você faz neste particular. A prudência foi um dos valores perdidos, mas poucos querem ver. Abraços.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 26/02/2021 00:43  Atualizado: 26/02/2021 00:46
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 818
 Re: As virgens imprudentes
Ler seu poema é como uma doce canção. Prefiro a voz dos anjos que assistir a felicidade da maldade .