https://www.poetris.com/
Poemas : 

Navios fantasma

 
Sim
Eu e os meus olhos
Presos ao horizonte
Demoradamente

Neste vazio que envolve
O pensamento à neblina
Silenciosamente

Sim
Deixem-nos ficar
Eu e os olhos meus
Sossegadamente

Mais os navios fantasma
Que passam ao largo
Vagarosamente.


Viver é sair para a rua de manhã, aprender a amar e à noite voltar para casa.

 
Autor
silva.d.c
Autor
 
Texto
Data
Leituras
60
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
0
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.