https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Sensibilidade

 
Um olhar tão terno, meigo até
De onde se pode ver o infinito
O amor tão singelo quanto uma flor
Na primavera a sonhar.

O sorriso encantador
A alma tão sensível quanto a lua
Que se esconde atrás das nuvens
Para não ofuscar o brilho do seu olhar.

Porque amas tanto assim
E destaca sua sensibilidade
Na forma singela de falar
O que o coração quer ouvir.

Sua voz tão meiga, sensível até
Acalma o sentimento
Renova a esperança no coração
De quem tanto desejou esse encontro sentir.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
140
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MicaelaFerreira
Publicado: 22/01/2022 11:00  Atualizado: 22/01/2022 11:00
Colaborador
Usuário desde: 22/10/2020
Localidade:
Mensagens: 595
 Re: Sensibilidade
Maravilhoso. Que rica inspiração. Saudações poéticas!

Carpe diem