https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Escravidão

 
Open in new window
Escravidão

Antes de nós palavras são ditas
É o reverso de uma queda no ar
Direções que se fazem malditas
Criança que não aprendeu a andar

Vem do céu esta sentença aflita
É o grito que não se pode calar
É tão falso que não se acredita
Ver demônios rezando em um altar

E quando nasce já se sabe descrita
E se embriaga em uma mesa de bar
Pois não existe verdade infinita
O que foi dito não se pode cogitar

A minha vida é sempre uma dor proscrita
Pois este caos eu não consigo parar
Eu sou escravo desta sina esquisita
Que ganhei em um trágico jogo de azar

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
131
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
GabrielaMaria
Publicado: 23/01/2023 10:11  Atualizado: 23/01/2023 10:13
Da casa!
Usuário desde: 04/09/2022
Localidade:
Mensagens: 312
 Re: Escravidão
.

Estou aqui muito mais como leitora, estou na busca e apesar de ter encontrado falta lapidar, tenho necessidade de conhecer palavras como as suas e não desmerecendo alguns que estão próximos, meus interesses são diferentes, os livros preenchem a sede do saber, o vazio, mas, pessoas como você é calor humano.

Adorei o poema, como negar que existem demônios no altar, como falar, maquiar um benefício se até os tontos enxergam a hipocrisia.
Abraços!