Poemas : 

Saudades

 
Tags:  amor    poema    saudade    amizade    passado  
 
O tempo passa

como uma brisa
que nos afaga o rosto
entre o ermo e a ladeira
entre o abismo e a clareira

O tempo passa

como uma profetisa
que nos traz alegria
e sempre eterno desgosto
entre o efémero e a frieira
entre o aforismo e a regaleira

O tempo passa

como uma poetiza
que nos molda a gosto
entre o deísmo e a lazeira
entre o daltonismo e a
imensa cegueira

O tempo... passa...


António de Almeida

 
Autor
Antonio de Almeida
 
Texto
Data
Leituras
366
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
58 pontos
2
8
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Luso-Poemas
Publicado: 24/06/2023 13:29  Atualizado: 24/06/2023 13:29
Administrador
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade:
Mensagens: 157
 Re: Saudades
bem vindo de volta

Enviado por Tópico
Mcris
Publicado: 28/06/2023 19:43  Atualizado: 28/06/2023 19:43
Da casa!
Usuário desde: 17/11/2017
Localidade:
Mensagens: 240
 Re: Saudades
E como passa!

Abraços