https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 »
Offline
Antonio de Almeida
Cometas e Estrelas
Existem pessoas estrelas. Existem pessoas cometas. Os cometas passam. Apenas são recordados pel...
Enviado por Antonio de Almeida
em 10/08/2018 00:40:04
Offline
Antonio de Almeida
Amei-te
Amei-te tanto e perdi-te nem sabes quanto sofri, custou-me, mas esqueci-te e um dia destes vi-te ...
Enviado por Antonio de Almeida
em 13/03/2018 01:03:38
Offline
Antonio de Almeida
Saudades são para os fracos
Assim vens cobrindo o meu vazio Devagar num silêncio ensurdecedor Palavras em uma letra já morta ...
Enviado por Antonio de Almeida
em 11/03/2018 04:55:04
Offline
Antonio de Almeida
Um olhar
Um olhar disfarçado Passou ao meu lado Nada me, nos disse apenas Nas minhas, suas novenas Em ...
Enviado por Antonio de Almeida
em 04/08/2017 23:04:06
Offline
Antonio de Almeida
Sobre-Viver
Sobrevivo às palavras Que se perdem em meus braços Enleadas em teus laços Sobrevivo às estórias O...
Enviado por Antonio de Almeida
em 27/09/2011 04:58:03
Offline
Antonio de Almeida
Assim serás
Amei até te perder de vista Num sonho feito de areia Sem sentimento que resista A ventos amenos d...
Enviado por Antonio de Almeida
em 06/09/2011 17:34:12
Offline
Antonio de Almeida
Mero olhar
Sonhei não mais te ver Aqui onde sempre nos vimos Onde tu e eu nos sentimos No vazio de te perder...
Enviado por Antonio de Almeida
em 26/08/2011 16:36:58
Offline
Antonio de Almeida
O teu cheiro
Hoje fiquei com o teu cheiro Amarrado a mim pelo meu corpo Fragrâncias d'uma Invernal brisa ...
Enviado por Antonio de Almeida
em 09/05/2011 22:18:33
Offline
Antonio de Almeida
Sonho à deriva
O sonho vagueia à deriva Passeia por dentro de nós Deixa-nos apenas a sua voz Ecos de uma estranh...
Enviado por Antonio de Almeida
em 30/04/2011 03:41:46
Offline
Antonio de Almeida
Um olhar
Um olhar disfarçado Passou ao meu lado Nada me, nos disse apenas Nas minhas, suas novenas Em sil...
Enviado por Antonio de Almeida
em 29/01/2011 05:13:16
Offline
Antonio de Almeida
Saudades são para os fracos
Assim vens cobrindo o meu vazio Devagar num silêncio ensurdecedor Palavras em uma letra já morta ...
Enviado por Antonio de Almeida
em 23/01/2011 21:35:22
Offline
Antonio de Almeida
Aceitar
Aceita este meu passado Somente meu e por inteiro Esquecido de ti irá repousar Numa sombra dum ou...
Enviado por Antonio de Almeida
em 21/11/2010 18:34:46
Offline
Antonio de Almeida
O teu olhar
O teu olhar para mim sorriu Afagou-me os cabelos tristes Por ondas longas de caricias Entre o que...
Enviado por Antonio de Almeida
em 21/11/2010 18:32:01
Offline
Antonio de Almeida
La chiatta
Me piace esse teu olhar Que fitou o meu sorriso Sem esperar num mero falar Encontrasse o seu port...
Enviado por Antonio de Almeida
em 05/05/2010 03:47:59
Offline
Antonio de Almeida
Procura
Procurando o que não existe Será sempre essa vã tortura Só o que realmente subsiste Do que em si...
Enviado por Antonio de Almeida
em 21/04/2010 19:57:58
Offline
Antonio de Almeida
O nosso absinto
Escrevo em mim estas palavras para me convencer que as penso sem me esquecer que as sinto neste m...
Enviado por Antonio de Almeida
em 03/03/2010 03:10:59
Offline
Antonio de Almeida
Topázio
Encontrei um dia o teu olhar assim parado no meu vazio a percorrer esta alma fria que sem pudor a...
Enviado por Antonio de Almeida
em 03/03/2010 03:07:14
Offline
Antonio de Almeida
Areias do tempo
Amo os teus olhos desflorados Por este meu triste pensamento De viajar nestes meus mundos Pela mã...
Enviado por Antonio de Almeida
em 06/04/2009 13:21:27
Offline
Antonio de Almeida
Sinto ainda
Ainda sinto o cheiro no meu corpo Essa mistura de ausência tão presente Por sonhos guardados em i...
Enviado por Antonio de Almeida
em 17/02/2009 13:28:48
Offline
Antonio de Almeida
Promessas
Prometo um mundo na minha mão vazia Onde as verdades passam sem demora Como uma brisa em tons d...
Enviado por Antonio de Almeida
em 20/01/2009 01:46:39
(1) 2 3 »