https://www.poetris.com/
Poemas -> Sombrios : 

Vítima

 
Tags:  medo    terror  
 
Via homens como quem poda rosas
Aquelas ainda jovem
Por gostar de serem feridos por seus espinhos
Vejo homens e eles carregam foices
São grandes, raivosos e agiam como animais
Eu os vejo e não sou inocente, sou perseguida por os eles
A minha mente os projeta
Depois de criados os condeno
Já é tarde para fugir
Se me perguntarem se sou louca
Talvez sim
Uma vítima, pois jamais vai possuir mel
É uma escolha, talvez
Também fraqueza
É a grade que me mantém presa
Agia com ele com toda delicadeza
Mas ele não tinha necessidade de amor
Um metal frio
Só precisava ser para ele um gelo
Fui acostumando e depois
Esquecendo de saborear e seus cheiros



Maria Gabriela


A alma é tingida com a cor de seus pensamentos. (Marco Aurélio, meditação)


 
Autor
GabrielaMaria
 
Texto
Data
Leituras
149
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
GabrielaMaria
Publicado: 04/12/2023 19:22  Atualizado: 04/12/2023 19:22
Membro de honra
Usuário desde: 04/09/2022
Localidade:
Mensagens: 930
 Re: Vítima
.

O melhor andar é aquele sempre a procura de sol nas pessoas.
A chuva é algo que precisa ser suportada e nem sempre é por vontade de alguém.