Sonetos : 

À ESPERA DO CÂNCER

 
Tags:  SONETOS 2024  
 
À ESPERA DO CÂNCER

Vivem como se não quisessem mais
Tantos são os venenos que consomem!
Pernicioso a si saber-se-á o homem
Em vista dos seus hábitos mortais?

Aquele é muito triste ou só demais…
Outros sequer reparam no que comem…
Há os que estão em guerra com o abdómen…
E muitos a engolir os próprios ais…!

Vivem como se não tivessem medo
De morrer muito mal ou muito cedo,
Em vista do marasmo de seus dias.

E o tédio leva ao vício que leva ao ócio…
A despeito d’estrelas ou equinócio,
A morte ronda as vidas mais vazias.

Betim - 31 03 2024


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
55
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
0
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.