Poemas : 

Hora d'Alba

 
Não te esqueças, à hora d'alba, meu amor
quando me vires dormindo no silêncio da vida
que nunca vivi por mim mas por te amar
até àquele instante da nossa triste despedida.

E aqui, sem ti, não me resta nada mais,
mas se assim é, se assim vivi, agora,
todos vós que me assistis porque procurais
entre os vivos quem morre de hora a hora?!

A noite perdeu-se da madrugada
o dia reclinou amargamente frente á Lua,
ao fundo, já se vê o fim da estrada
e o movimento da casa continua ...

A hora d'alba vestiu de luto todo o corpo
ficou vida nas entrelinhas por viver
ergueu-se a solidão nos versos d'um poeta
e tudo o que ficou nas nossas bocas por dizer.



Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
55
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/07/2024 06:25  Atualizado: 10/07/2024 06:25
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10591
 Re: Hora d'Alba
Sentida e profunda sua veia poética!
Gostei deste poema d'amor e solidão, muito belo.

Bom dia para o Poeta.