https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Temo o desconhecido mas vou...

 
Tags:  voar    temer    nadar  
 
Temo o mar perdido,
Temo o desconhecido da minha imaginação,
Ausculto o que não digo,
Em tempos esquecido,
Por mim, por ti… Coração!

Sonhos que pintei,
Quando habitei a flor da inocência,
Que alcançava os montes escondidos,
Nos momentos perdidos,
Da minha alma em penitência.

Descalça, caminho sobre o fogo,
Que tenta calar a voz falante,
Falta o fôlego,
Planeio a alma,
Que dança nesse mar ardente constante.

Sou um peixe num mar contaminado,
Ou uma ave que voa contra a corrente,
Mas voo com dificuldade,
Nado com a barbatana dormente,
Sei que um dia serei diferente!
Pássaro que nada abafado.





Cigarrinha

 
Autor
Marlene
Autor
 
Texto
Data
Leituras
671
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 20/06/2008 22:47  Atualizado: 20/06/2008 22:47
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Temo o desconhecido mas vou...
Marlene teu poema está divino, parabéns! Beijos!