https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Rapariga da cidade

 
Tags:  amor  
 
Eu vi-a na rua, na mais bela aparência,onde a sua beleza se realçava no meio da ultidão, esta beleza feita por génios e loucos.
O seu cabelo, no suave cremesim do vento, baloiçava ao sabor do vento alado.Eu vi no seu andar sedutor,um caminho a seguir como se enloqueceu-me sem a conhecer. Eu vi nos eus olhos azuís, as profecias que ela me ditava para o nosso futuro, embora, eu soubesse que nunca a iria ter e este pensamento fez-me doer a alma.
Cada passo que ela deu nas ruas de Lisboa ficam gravados em históricas lembranças.

 
Autor
deep felling
 
Texto
Data
Leituras
460
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.