https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Góticos : 

Sem Despedidas

 
Chuva leve cai,lágrimas dos céus ingênuos diriam,
Do alto apenas desgraças sobre nós,
Embaixo a terra podre que os engolirá
Quando estiverem emoldurados em caixões abertos.

A marcha dos mortos como cortejo ao Rei,
Na multidão espectral que acompanha os passos do Falecido,
Pisando em flores e cercados de túmulos perdidos,
Lamentos seculares ressurgidos.

Mais um retrato empoeirado,
Nas vidas que jamais prosseguem incólumes,
Apresso então a minha ida em colinas verdejantes,
Atirando-me de cabeça sem despedidas lamuriosas.

 
Autor
RaimundoSturaro
 
Texto
Data
Leituras
732
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.