https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Hoje não estou pra ninguém (revisto e alterado)

 
<div style="width:300px;"><object width="300" height="110"><param name="movie" value="http://media.imeem.com/m/vLzi81aKza&q ... t;</param><param name="wmode" value="transparent"></param><embed src="http://media.imeem.com/m/vLzi81aKza" type="application/x-shockwave-flash" width="300" height="110" wmode="transparent"></embed></object><div style="background-color:#E6E6E6;padding:1px;"><div style="float:left;padding:4px 4px 0 0;"><a href="http://www.imeem.com/"><img src="http://www.imeem.com/embedsearch/E6E6E6/" border="0" /></a></div><form method="post" action="http://www.imeem.com/embedsearch/" style="margin:0;padding:0;"><input type="text" name="EmbedSearchBox" /><input type="submit" value="Search" style="font-size:12px;" /><div style="padding-top:3px;">




Hoje
Não estou
P'ra ninguém...

Marquei encontro com o silêncio
A tristeza veio também
Trouxe com ela a saudade
E a esperança diz
Que ainda vem...

Sentei-me na mesa farta
De apetitosas iguarias
Para tão ilustres convivas
E esperei um pouco
Que viesse mais alguém

O tempo passou
E não apareceu mais ninguém

A expectativa
Irrequieta
Subiu ao alto da cadeira
Desequilibrou-se...
E caiu redonda no chão!

Levantou-se envergonhada
Recompôs-se
E sentou-se de novo
Agora mais quieta e sossegada

Quis debater a verdade dos factos
Mas não tive com quem...

Diante de mim
O meu convidado de honra
Que se manteve silencioso
Fazendo jus ao seu nome
À minha direita ficou a tristeza
[Que só soluçava]
E juntinho a ela
Ali bem ao lado
A saudade
Que não abriu boca
Só os olhos falavam...

A esperança vem de certeza
[Disse eu com convicção]
Prometeu-me que viria!
Mas não apareceu
Nem mandou quem...

O silêncio ficou mudo
A tristeza também
Distraídos que estava-mos
Cada um com seu desgosto
Nem demos conta...

Só no fim reparei
A saudade comeu tudo
A esperança já não vem!

Hoje
Não estou
P'ra ninguém...


Open in new window


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

Esta é a versão inicial

Hoje
Não estou
Pra ninguém
Marquei encontro com o silêncio
A tristeza veio também
Trouxe a saudade
E a esperança ainda vem
Sentei-me ao lado do silêncio
Em frente da tristeza
A saudade ficou de lado
A esperança vem de certeza
O silêncio ficou mudo
A tristeza também
A saudade comeu tudo
A esperança já não vem
Hoje
Não estou
Pra ninguém
 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3992
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 07/03/2007 23:45  Atualizado: 07/03/2007 23:45
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Hoje não estou pra ninguém
Muito bem congeminado! Um texto escrito num tom decisivo mas com muita musica, quase melodioso. Muito conseguido.

Valodevinoxis

Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 07/03/2007 23:51  Atualizado: 07/03/2007 23:51
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2265
 Re: Hoje não estou pra ninguém
Lindo, lindo! Está muito original, bem construido e fazendo imenso sentido.
Faço-me convidado!

Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 10/06/2007 16:02  Atualizado: 10/06/2007 16:02
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Hoje não estou pra ninguém
Cleo,
Não conhecia este. Muito lindo. Boa estratégia: fazer de todo o que nos deprime convidados, parece-me bem e no final constatarmos que todos esses estados depressivos não querem nada connosco é dar a volta às nossas inquietações. Beijos