https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Balada de um homem acompanhado

 
Era triste a alegria
Que lhe enchia o âmago
E lhe açoitava o estômago
Com as farpas que comia
À sucapa dos olhos gerais.

Envinagrado, o cheiro,
Crescia sempre mais
E envolvia-o por inteiro
Bordando-o em ferida.

Não se sentia sozinho,
Era dos que vivia a vida
Comendo-a bocadinho a bocadinho
Sem olhar a avisos,
Sem se deter em cuidados
Que lhe pudessem apertar a liberdade.

Era alegre a tristeza
Que o acompanhava todos os dias
E que ao livrá-lo de mais companhias
Lhe ia cozendo a crueza,
Natural à sua raça de rua.

Desmedida, era a imprecisão
Dos passos da alma nua
Que se lhe colava pela mão
Amparando-lhe a queda desamparada
No alcatrão negro e molhado.

No nascer e no viver
Nunca ninguém o tinha ensinado
Sobre a necessidade de se merecer,
De querer mais do que o que se quer,
De ser mais livre do que se é.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
627
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 09/03/2007 02:50  Atualizado: 09/03/2007 02:50
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Balada de um homem acompanhado
Balada mais envolvente essa meu querido.

Sou suspeita pra falar de seus poemas...
Adoro tudo o que escreves. Sou sua fã.!!!!
Sua fã por ser poeta... e sua fã pela pessoa que és.

Beijinhos

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 09/03/2007 09:13  Atualizado: 09/03/2007 09:13
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Balada de um homem acompanhado
O final não podia ser mais profundo e sincero...muito bem amigo Val.
Beijo
Tália

Enviado por Tópico
Maroska
Publicado: 09/03/2007 11:14  Atualizado: 09/03/2007 11:14
Novo Membro
Usuário desde: 06/03/2007
Localidade:
Mensagens: 10
 Re: Balada de um homem acompanhado
A castração da ambição, da vontade de ir mais além matam-nos lentamente. Bonito (triste) retrato. Um abraço.

Enviado por Tópico
ribeiro_de_almeida
Publicado: 09/03/2007 17:18  Atualizado: 09/03/2007 17:18
Novo Membro
Usuário desde: 06/03/2007
Localidade: Portugal
Mensagens: 1
 Re: Balada de um homem acompanhado
extremamente inteligente e bem feito. gostei. acho que merece mais de 8, se é que isso interessa para alguma coisa.

parabéns.

Enviado por Tópico
Tytta
Publicado: 09/03/2007 19:40  Atualizado: 09/03/2007 19:40
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2007
Localidade: Portugal
Mensagens: 790
 Re: Balada de um homem acompanhado
Mais uma vez fico sem palavras para comentar o modo inteligente e subtil como escreve. Senti-me embalada com a ultima estrofe!
Tytta

Enviado por Tópico
FatimaLima
Publicado: 09/03/2007 21:55  Atualizado: 09/03/2007 21:57
Muito Participativo
Usuário desde: 06/02/2007
Localidade: Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 73
 Re: Balada de um homem acompanhado
No entanto, ele viveu! Sem olhar avisos ou fingindo talvez não vê-los, inventando uma nova forma de viver à seu modo. Mas o final revela, que poderia ter sido mais feliz....e só precisava alguém lhe ensinar! Lembrou-me meu pai..
Bela e triste estória...que nos faz refletir,sobre as possibilidades que temos na vida. Parabéns!

Enviado por Tópico
Morgana
Publicado: 09/04/2007 02:12  Atualizado: 09/04/2007 02:12
Participativo
Usuário desde: 06/03/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 20
 Re: Balada de um homem acompanhado
Gostei muito.A mim lembra-me Jorge Palma na sonoridade e de uma poesia estonteante
Beijos
Marisa