https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A lavadeira

 
Lá vai com cara de anjo
E cabelo sem arranjo
Com o cheiro do sabão
Que traz numa mão...
Com a outra ampara o cesto
Que não cai por andar lesto
E bem direito, qual pessoa elegante.
Lá vai caminhando ofegante
Para o tanque da refrega
Onde tomará como sua a esfrega,
Aquela diária estrafega.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
1604
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.