https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

"Valdevinos"

 
Torna-me-ei a boémia, pelo que fizeras tu “amada”
Boémio das noites frias, dar-me-ei a dor meretriz
Entre goles e toques, amassos numa solidão safada
Tudo porquê amei, mas não amando, o ser não quis.

Tornarei aos meus velhos sonetos de tristeza
Tal como fado, sempre os fiz com destreza
E por mais que n’alma não se queira aceitar
Quando se é boémio, não se nascera para amar.

Embriagar-me-ei nas dores, que tantas me fizeram
Mas ao chegar na tua, sempre a dor há-de aumentar
E assim em ti parar, só por ti poderei sofrer...

Pois dentre tantas que meus amores tiveram
Penso em ti, e o dito "amor" parece estagnar
A vida boémia será, enquanto o dia em ti viver...





"Morremos gestantes da ansiedade que nada espera."

 
Autor
Junior A.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1021
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
SenhoraMorrison
Publicado: 09/03/2007 22:30  Atualizado: 09/03/2007 22:30
Muito Participativo
Usuário desde: 16/03/2006
Localidade:
Mensagens: 56
 Oi Junior
Como sempre perfeito em se expressar
Como estava a me faltar as linhas tuas
A boemia é quase sempre uma ingresso a solidão...
Lindo JUnior
LIndo
Abraços amigo
Senhora MOrrison

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 09/03/2007 23:48  Atualizado: 09/03/2007 23:48
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: "Valdevinos"
Não poderia nunca deixar escapar este soneto, meu caro Junior. Como é óbvio, esta é uma palavra que me diz muito, não pelo conceito mas pelo que significa em termos de passado, amizades e convivências de outros tempos (tempos sem juízo e sem preocupações). Posso dizer que, independentemente da minha afinidade com o título, achei o texto brilhante, tanto em termos descritivos, como em termos de "escritivos" (acabei de inventar a palavra).

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
Carla Veiga Ribeiro
Publicado: 10/03/2007 00:30  Atualizado: 10/03/2007 00:30
Participativo
Usuário desde: 07/03/2007
Localidade: Sobreda da Caparica
Mensagens: 24
 Re: "Valdevinos"
Ola!
Adorei! Penso que todos nos ja tivemos um pouco de "boemios"... apenas conquistamos solidao e uma dor maior... Senti tudo isso com o teu poema.

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 10/03/2007 18:01  Atualizado: 10/03/2007 18:01
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: "Valdevinos"
Se te embriagares com o vinho produzido por mim... não te fará mal...
Prometo
Bjo
Tália

Enviado por Tópico
jsaugusto
Publicado: 09/03/2011 23:04  Atualizado: 09/03/2011 23:04
Da casa!
Usuário desde: 12/02/2011
Localidade:
Mensagens: 425
 Re: "Valdevinos"
Adorei seu poema, muito lindo! parabéns


Abraço
Jorge

Enviado por Tópico
jsaugusto
Publicado: 16/03/2011 23:48  Atualizado: 16/03/2011 23:48
Da casa!
Usuário desde: 12/02/2011
Localidade:
Mensagens: 425
 Re: "Valdevinos"
Belas palavras! Parabéns poeta!



Abraço