https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Droga : 

FACADAS NA MORAL

 
Vêm ao rio
carregadas de bebés

Gin puro
beijam os putos
enchem-nos de tesão
e rock n' roll

cravos vermelhos
na Junta de Freguesia
bacantes em guerra
antónio
dionisos
na imagem
no papel
no BI

hei-de morrer de tédio
ao quarto dia
num quarto de hotel
mães que choram
cães danados
irmãos irmãs
partilhas pastilhas
fantasias

em Braga sem nada
sem mulheres

no cu na cona
da Flávia
10 da noite
nada na roleta
bate a punheta
primeiro-ministro
Jesus na cruz

aulas
professoras
aguas das pedras
pedrada salgada
Carla em Braga
em Bragança
nos Passos da dança
nos paços da Sé
Che ébrio
luz de morte
coca cola cao
cão cabrão
equilibrista, não!
Saloon exibicionista
estoirar
bar aberto canção
tiro aos bonecos
aos mortos
aos matrecos
badamecos
noitadas
gargantas secas

TER O MUNDO NA MÃO
E ANDAR AOS TROCOS
aos rotos
às facadas na moral!

A. Pedro Ribeiro, Braga, 2010.

 
Autor
pedroribeiro
 
Texto
Data
Leituras
1591
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.