https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

A amargura

 
Na ténue linha da esperança,
onde a lua encontra o sol,
há agora um cerrado nevoeiro que
a própria escuridão teme e essse
duradouro nevoeiro,
não tem cor nem odor,
nem forma defenível,
pois pode agora estar a injectar melâncolia e indiferença,
no meu corpo sensível.

Mas este nevoeiro apenas cumpre o meu desejo,
o descanso eterno,
desabrochado num lugar,longe de casa,
longe deste fado miserável que me persegue.

 
Autor
deep felling
 
Texto
Data
Leituras
591
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gothicum
Publicado: 19/11/2008 11:46  Atualizado: 19/11/2008 11:46
Da casa!
Usuário desde: 21/09/2008
Localidade: Galáxia de Andrômeda
Mensagens: 427
 Re: A amargura
"A luz no fim do túnel é ligada no último fio da esperança."
Walter Grando

Excelente. Obrigado por escrever e partilhar.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/11/2008 22:19  Atualizado: 19/11/2008 22:19
 Re: A amargura
Arrepiantemente belo! Senti as tuas palavras atravessarem o meu coração...

GBjo

Lua-Mor