https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

Andorinhas

 
Andorinhas


Andorinhas, andorinhas
Andorinhas do meu beiral
Ei-las que partem
Na mochila um pedaço de Lua
Uma réstia de Sol outonal
Um sonho almejado
Uma vontade de vencer

Andorinha, andorinha
Andorinha do coração
Fala-me dos teus medos
Fala-me dos teus receios
Fala-me dos teus êxitos
Fala-me de ti
O vento que passa
nada me soube dizer

Andorinha, andorinha
Andorinha do meu beiral
Diz-me que ainda me queres ver
E eu esperarei
Os segundos transformados em horas
Os minutos em dias
Os dias em anos
Os anos em séculos
Mas esperarei …
Tu e só tu és e serás a minha andorinha


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5267
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 29/04/2007 19:00  Atualizado: 29/04/2007 19:00
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Andorinhas
Andorinha ...
Um dia escrevi a seguinte frase: "se me levaste a alma, que mais posso esperar da vida?"... in www.magiademel.blogs.sapo.pt
É, na verdade as andorinhas encerram verdades maiores que o mundo. A sua lição deveria servir-nos a todos: determinação, força, audácia. Vê-las partir é ver o negro do seu dorso, vê-las chegar é ver de novo a primavera.

Hj este poema fez-me deixar cair um lágrima retida à muito tempo. Adoptei a andorinha como a minha musa eterna. Como não chorar?

"Mas esperarei …
Tu e só tu és e serás a minha andorinha"

Muito belo o teu poema! Parabéns