https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

O QUE NÃO ENTENDO

 
Quantas vezes
Me encostei na parede
E engoli minhas lágrimas
Quantas vezes
Minha sensibilidade me agrediu
Nos não momentos.
Quantas vezes quis fugir
E não saí do lugar...
Não entendo nada de você,
Mas entendo de mim
E voce se tornou parte de mim.
Me perdi
Nas vezes em que,
Quis esquecer
O que não entendo.



Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
824
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 23/02/2009 21:08  Atualizado: 23/02/2009 21:08
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 10301
 Re: O QUE NÃO ENTENDO
Poema de uma tristeza interior muito grande.
Melancólico.
Vóny Ferrreira


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 23/02/2009 21:40  Atualizado: 23/02/2009 21:40
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5058
 Re: O QUE NÃO ENTENDO
Vania,

Acontece em determinadas ocasiões debatermo-nos com este tipo de sentimentos contraditórios...e os extremos tocam-se.

Beijinho