https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A puta cansada

 
Tags:  tristeza    sombrio    gotico    surrreal  
 
A puta cansada repousa em meus braços
Esperma alheio corrompe sua lágrima,
Sarcoma de Kaposi conquista as costas
Amargas e solitárias na deselegante mácula.

Eu não posso ajudar,detenho a marca de proscrito,
Acima do rito,da cinza e do grito,
Escorre comigo o brado etéreo do estupro mítico,
Enleio enternecedor consumindo a luz.

A puta cansada com pulsos cortados,
Não o estereótipo ou atenção,desapego e falta,
A ferida aberta,os vasos esxpostos na frieza lívida,saborosa,
Acobertam com sangue imundo nosso romance terminado.

 
Autor
RaimundoSturaro
 
Texto
Data
Leituras
907
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jaber
Publicado: 12/03/2009 12:41  Atualizado: 12/03/2009 12:41
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 2802
 Re: A puta cansada
Dentro do género,gostei. A linguagem crua torna-o quase real.

Um abraço Raimundo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2009 13:20  Atualizado: 12/03/2009 15:10
 Re: A puta cansada
uma imagem de dor extraída de um cotidiano real.
o SK é o próprio calvário para quem dele está cometido.
da puta, a vida lhe é imposta apesar de...

meu abraço fraterno.
Silveira

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2009 15:08  Atualizado: 12/03/2009 15:08
 Re: A puta cansada
Menino, a crueza do poema espanta e encanta. Transmite sensações antagônicas.Com esse SK será que ela tinha AIDS?
Bjins, Betha.