Poemas -> Amor : 

Paixão e queda

 
Tags:  sombrio    surreal    gotico  
 
É no alto,frio e intenso,o ápice do mártir
É a queda,
Ocaso e glória nas palavras de um santo
Rasgando as vestes da sanidade,solidão,
Solidão é apenas o que resta.

Erigido divino cercado do saltério plangente
Da ninfa reverbera em pecado a matéria
E seu frêmito em gozo inebria-me quando imóvel colosso,
Desfaço da memória fonte de inesgotável lamento.

Logo percebo a intenção do sonho,
Assim o pútrido gracejo retoma sua forma
E a natureza perversa encarrega-se em despertar brusco
Do delirante amor,carnal alento efêmero resignado.

 
Autor
RaimundoSturaro
 
Texto
Data
Leituras
1161
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 18/03/2009 15:22  Atualizado: 18/03/2009 15:22
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4705
 Re: Paixão e queda
Tudo isso para restituir à realidade o amargo do seu sabor.
Foi assim que li.
E repito-me admirada!
Beijo
Amora

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/03/2009 16:35  Atualizado: 18/03/2009 16:35
 Re: Paixão e queda
Consumir de preferencia antes de...
A queda essa é inevitável
Abraço.