https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

ANZOL DA SAUDADE

 
Soneto de Malume (Manoel Lúcio de Medeiros).
Fortaleza – Ceará – Brasil. 04/05/2009. 22h00min.
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`

Vou Lançar o anzol desta saudade,
No fundo do rio do nosso amor,
Quero pescar na sede da vontade,
Lembranças do teu beijo encantador!

Vou mergulhar nas águas do desejo,
Nadar em busca do teu coração,
Relembrar novamente teu cortejo,
Encher a minha alma de emoção!

Eu quero me afogar lá no teu leito,
Deixar sangrar toda minha paixão,
Fazer dilúvio de amor na terra!

Eu quero o meu socorro no teu peito,
Pois me perdi no mar da solidão,
“Quem ama tem certeza e nunca erra”.

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`

Poeta Malume.
Direitos autorais reservados.

 
Autor
malume
Autor
 
Texto
Data
Leituras
835
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
5
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2009 05:03  Atualizado: 05/05/2009 05:03
 Re: ANZOL DA SAUDADE
Caro Manoel, me encantou a poesia neste canto da terra. Um canto, quase com som de cordel, que senti entremeado neste soneto.

um abraço fraterno poeta.

Saudações Cariocas.

Silveira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2009 16:51  Atualizado: 05/05/2009 16:51
 Re: ANZOL DA SAUDADE
Como pescador que sou na realidade e
pescador de corações na subjetividade,
gostei de teu soneto e espero lê-lo
amiúde, já que senti-me fisgado.

Abração.


rege


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/05/2009 03:25  Atualizado: 07/05/2009 03:25
 Re: ANZOL DA SAUDADE
Foi um prazer ler este anzol,a ele fiquei presa!

Adorei caro poeta!
permita que o leve comigo!

Beijo azul