Prosas Poéticas : 

Desaguar lágrimas no mar

 
Tags:  lágrimas    terra  
 
Quando a chuva cai em lágrimas é por ordem e dos gritos de Zeus. Obedientes alinham no beirado das nuvens e precipitam em milhões de mergulhos. São pingos, setas, dardos que se espetam na terra seca. Algumas gotas, as mais experientes, abrem o pára-quedas e durante o voo assentam o pólen e o pó nos lábios gretados da terra. Pequenos dilúvios, escorrem pelos formigueiros formados nas pregas da pele. Penetram fundo, purificam as águas na medida que se enterram mais dentro, perdidas na Terra, as águas anseiam o carinho das argilas e o colo das rochas onde descansam e dormem… até que o sonho as leve por rios e risadas, desaguar no mar

 
Autor
Deepmoon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1022
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/07/2009 21:39  Atualizado: 04/07/2009 21:39
 Re: Desaguar lágrimas no mar
Adorei o teu texto! Magnifico! Um tratdo de pura natureza. Impressionista no género.

Vou levar comigo e ler todos os outros textos.

Beijo azul