https://www.poetris.com/
 
Textos : 

O Lago de Hangzhou

 
O Lago de Hangzhou
 
Da minha recente visita á China, o que mais me fascinou, foi a linda cidade de Hangzhou. Cidade próxima a Xangai com cerca de seis milhões de habitantes é a cidade que possivelmente todos os europeus gostariam de um dia poder vir a visitar. Vestida com lindos espaços verdes, rodeados por água, Hangzhou, orgulha-se de ter o maior lago artificial do mundo.

Referenciado como cartão de visita para a maioria dos jovens casais de namorados chineses, o lago Oeste como também é conhecido, levou-me a escrever esta história que passo a contar:

Contam os barqueiros que transportavam os turistas a visitar o lago, que em tempos, uma linda princesa foi acorrentada no interior de uma Bodega (torre) próxima daquele lago. Contaminada por peste, seu pai deu ordem então na altura a que a princesa fosse para bem longe dos seus aposentos, para evitar riscos de contagio com a restante família.

Passado um século, diz-se em Hagzhou, que um famoso príncipe foi pescar para as margens do lago frente á Bodega da princesa encarcerada. Ouvindo choros bastante fortes, o jovem não resistiu em ir ver o que se passava. Deixou a embarcação na margem do lago e dirigiu-se á Bodega. Aproximou-se da entrada do edifício e qual não foi o seu espanto:

Viu uma mulher bastante idosa com trajes de princesa vestidos acorrentada.
Perguntou porque razão estava a senhora ali acorrentada, mas não obteve qualquer resposta. Resolveu então regressar ao seu barco,para procurar algo que lhe servisse, para soltar as correntes.

Pegou num pequeno pedaço de ferro que fazia parte de um dos remos da sua embarcação e regressou apressadamente á Bodega. Quando regressou,para sua enorme surpresa,no lugar da idosa,estava uma linda princesa sentada. Apressou-se de imediato a soltar a jovem rapariga.

Enquanto questionava a princesa pelos motivos que estaria ali e o que teria sucedido com a velha senhora, a princesa em tom de agradecimento encostou os seus lábios aos do príncipe para retribuir a sua gentileza e sem que nada o tivesse previsto,a rapariga desfez-se em pó!
Assustado e completamente em panico, o jovem príncipe saiu da Bodega a correr e só parou na sua embarcação.

Segundo o relato da suia família,esteve acamado durante alguns meses sem que alguém soubesse do que lhe tivera realmente sucedido dentro daquela bodega.
O seu estado de saúde agravou-se e decorrido um ano, o príncipe já muito debilitado pela estranha doença veio a falecer.

O imperador em homenagem ao seu único filho, mandou erguer duas estátuas na margem do lago Oeste precisamente onde estivera o jovem príncipe e a sua princesa.•

Gabriel Reis

 
Autor
reisgabriel
 
Texto
Data
Leituras
890
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/07/2009 11:52  Atualizado: 14/07/2009 11:52
 Re: O Lago de Hangzou
Interessante essa história. abraços