https://www.poetris.com/
 
Textos : 

O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva

 
Tags:  entrevista  
 
O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
 
“António Paiva, nasceu a 21 de Março, de 1959, em Santo André, Vila Nova de Poiares, uma vila situada entre a Serra da Lousã e o Rio Mondego. Cresceu na aldeia do Travasso, concelho de Penacova. Uma aldeia isolada na época, a estrada que a servia terminava na própria aldeia, sem ligação à sede do concelho.
Por lá estudou e pastoreou até à idade de 18 anos, a partir daí foi para a cidade de Coimbra, onde prosseguiu os estudos e iniciou a sua vida profissional. No ano de 2000 decidiu rumar à bela ilha da Madeira, onde reside actualmente.
Apesar de a escrita o acompanhar desde muito cedo, só em finais de Agosto de 2006, surge a publicação do seu primeiro livro de poemas, “Juntando as Letras”. Em Maio de 2007, é editado o seu segundo livro, “Janela do Pensamento”, uma compilação de poemas e prosa poética. Quase a terminar o ano, em Outubro de 2007, nasce mais um livro de poemas e prosa poética, intitulado “Navegando nas Palavras”. No ano de 2008 fez parte de um grupo de onze autores, que lavraram e assinaram as páginas do livro, “Leituras Soltas”, uma edição conjunta da Fnac e da editora “O Liberal”, lançado a 13 de Dezembro, tendo o total da receita das vendas revertido a favor da AMI e do Rotary Clube do Funchal. Em Dezembro de 2007, O Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais, confere-lhe o Diploma de Honra e Mérito ao Escritor. Os livros “Juntando as Letras”, “Janela do Pensamento” e “Navegando nas Palavras”, para além da poesia e da prosa poética, têm um outro denominador comum, que muito orgulha o autor. Angariam fundos para instituições, que apoiam e acolhem crianças carenciadas e em risco. Aldeias de Crianças SOS de Portugal, Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro, Núcleo Regional da Madeira e Ajuda de Berço, instituição que acolhe crianças em risco dos 0 aos 3 anos de idade.
Em Abril de 2009 é editado o seu primeiro livro exclusivamente em prosa "Pedaços de Vida e Fantasia".
António Paiva conta já com um considerável número de escolas visitadas, no Continente e na Ilha da Madeira. Fomentar o gosto pela leitura e pela escrita, junto dos mais jovens, têm-lhe proporcionado dos mais gratificantes momentos na sua vida, quer como homem, quer como escritor. Sendo por isso, uma actividade que procurará intensificar, e tudo fará para responder afirmativamente, a todas as solicitações que lhe forem endereçadas nesse sentido.”

" Tenho as minhas hesitações, passo a vida pendurado no instinto, passo tempos infinitos ansioso e febril, outros completamente desligado, reconheço que sou portador de algum egoísmo, gosto de pentear luares e recordações.”

"Uma vida não se justifica pela justificação dos actos, tão pouco dos factos. Um processo de aprendizagem permanente, onde as palavras se defendem do orgulho. Nos extremos, a dor coabita com elas e com a vida. Às vezes nada as distingue do silêncio, são apenas uma forma de o suavizar. Nelas respiro e me abrigo; as minhas mãos movem-se obedecendo ao meu pensamento, pela força das palavras. Convém lembrar que um coração tem duas faces, é a morada perfeita para a inspiração de um caçador de palavras".

António Paiva revela-se ao leitor como um escritor multifacetado que vive fascinado pela magia das palavras, ávido de conhecimento, introvertido, altruísta e modesto. Posto este manancial de talento e sensibilidade, a minha escolha para o Luso-Poeta do mês de Agosto recaiu, conscientemente, num escritor de inegável e reconhecido valor literário ao mesmo tempo que num homem solidário e detentor de uma rara grandeza humana.

- A fim de te podermos conhecer um pouco melhor talvez nos possas falar um pouco da tua profissão e de como habitualmente decorre o teu dia-a-dia.

- A minha actividade profissional tem sido enriquecedora e variada, aos 18 anos de idade entrei para a Portugal Telecom, ao mesmo tempo que prosseguia os estudos, aos 22 anos já liderava um grupo de vinte pessoas, todas elas mais velhas do que eu. Depois de 14 anos na Portugal Telecom, saí para exercer funções de director comercial na ASP Telecomunicações. A vontade de querer conhecer outros ramos de negócio, levou-me até à Vila Azul Propriedades, uma empresa do norte onde fui director comercial. E, porque novos desafios são para mim um estímulo, entrei para o Grupo Jerónimo Martins como director de lojas. Voltando a exercer a função de director comercial no Grupo Machados, empresa da Região Autónoma da Madeira. A minha actividade profissional sempre me deixou pouca, ou quase nenhuma disponibilidade, para me dedicar aos sonhos e à minha paixão – a escrita. Daí que, há cerca de 3 anos decidi mudar o rumo das coisas, passando apenas a colaborar em regime de prestador de serviços com algumas empresas, o que me permite ter mais tempo disponível para a escrita, e para actividades a ela ligadas. O que faz de mim uma pessoa mais feliz e realizada.

- Com qual dos géneros literários te identificas mais, poesia ou prosa?

- Esta é uma questão que me tem sido colocada diversas vezes, ao que eu invariavelmente respondo; identifico-me com a escrita. É que, ambas as formas de criar me seduzem de igual modo, ao ponto de; lhes dedicar um amor despudoradamente sério. Ou ainda; às palavras tudo darei, até a minha vida, a minha morte não serve a ninguém, por isso a guardo para mim.

- Na tua biografia sobressai o teu lado humanitário. Cresce em ti a vontade de aliares a tua escrita às necessidades daqueles que são mais vulneráveis. Em que é que o teu contributo a determinadas causas sociais contribui para o teu crescimento como escritor e ser humano?

- O meio onde cresci foi uma escola que me preparou para a vida, tratando-se de um meio rural onde a grande maioria das pessoas eram pobres ou remediadas. Havia um grande espírito de entreajuda até nas lides do campo. Quem tinha alguma coisa partilhava com quem tinha menos ou nada. Isso marcou a minha personalidade sem dúvida.
Exercer a Cidadania na sua plenitude, entendo-o como um dever de cada um de nós. E irrita-me observar que tanta gente escreve e fala sobre as misérias e dificuldades do seu semelhante, mas na prática nada fazem. Têm muita pena dizem – como eu tenho tanta pena da pena deles – melhor fariam se estivessem quietos e calados. Ninguém precisa de pena, muitos necessitam isso sim, da nossa solidariedade activa e efectiva. Sobretudo os que não se podem defender por si mesmos – as crianças. E, tudo o que eu possa fazer ou faça nesse sentido, será sempre muito pouco e, para além disso não faço mais do que o meu dever. A verdade é que têm sido as crianças me mais têm ensinado a crescer como ser humano, e ao mesmo tempo me ajudam a corporizar o meu sonho de escrita.


- Conta-nos como te surgiu a ideia de lançares o repto aos empresários para que associassem as suas marcas aos livros e à cultura e como a “Vinícola Castelar” resolveu acatar a sugestão e transformar em rótulo do novo vinho Regional das Beiras a capa do teu livro “ Pedaços de vida e fantasia”?

- Isso é algo em que acredito convictamente, aliás; os países mais desenvolvidos, os países onde se registam os índices mais elevados de produtividade e criação de riqueza, são aqueles onde os governos e as empresas investem a sério na cultura e nas artes. E, entendo que em momentos como os que agora vivemos, são a melhor altura para dar passos decididos nesse sentido. No final de 2008 lancei esse desafio em Anadia, a Vinícola Castelar decidiu aceitá-lo, na minha opinião foi uma decisão extremamente inteligente, não tardará por certo a colher frutos dessa decisão. Espero sinceramente que outros lhe sigam o exemplo.

- Um menino da serra que conhece o mar aos 12 anos. Esse fascínio e deslumbramento pelo mar em que medida esteve mais tarde na base da tua escolha por residir na Ilha da Madeira?

- Não tenho consciência formada sobre isso, no entanto o mais certo, é que esse fascínio e deslumbramento que continua em crescendo dentro de mim, esteja na base dessa decisão, a Madeira é uma ilha que conheço há cerca de 30 anos, tenho assistido à sua evolução e transformação, no entanto a sua beleza e essência continuam vivas e apaixonantes. Desde a primeira vez que pisei este chão rodeado de mar, que senti o desejo de o habitar a tempo inteiro. Até que no ano de 2000, tomei a decisão de fazer as malas e cá estou até hoje, plenamente satisfeito e feliz com a minha decisão.

- O teu próximo livro “ 70 poemas por um sorriso” foi concebido a pensar numa causa que apadrinhaste com muito carinho e sensibilidade. Podes falar-nos desse livro e o porquê da escolha da APPACDM de Setúbal, enquanto Instituição que apoia crianças e jovens portadores de deficiência mental?

- A causa é muito mais importante que o livro, e do que eu. Sobre o conteúdo do livro não adiantarei nada, isso é uma tarefa que caberá aos possíveis leitores. A ideia e a escolha da APPACDM de Setúbal, nasceu de alguns contactos que tivemos a propósito de outras iniciativas de escrita. Poder alcançar mais este objectivo, é extremamente gratificante para mim. Claro que, este projecto só foi possível, graças à extrema generosidade de algumas pessoas e empresas. Refiro-me Ao Sr. José Paiva, que não sendo meu familiar, fui carinhosamente adoptado como amigo pela sua família. A Helena Paz, que emprestou o seu talento e arte na pintura, criando numa tela a óleo a pintura que será o rosto do livro. A empresa Lusis, Lda., a Editora Reditep, Lda. e a Gráfica Linkprint, Lda.
Posso assegurar que o resultado final é um trabalho gráfico e editorial de excelente qualidade. O livro será comercializado a um preço extremamente acessível, o que permitirá alargar o leque de pessoas que o poderão adquirir, podendo desse modo ajudar a APPACDM de Setúbal, a ultrapassar as dificuldades quotidianas vividas por instituições que se entregam a ajudar a sociedade atenuando dramas e carências.


- Se te perguntassem qual o teu livro, filme e música favorita, conseguirias eleger entre muitos?

- Livro favorito, é quase uma violência para mim, escolher um livro como favorito, no entanto deixo como uma referência incontornável das minhas leituras, o Livro do Desassossego, de Bernardo Soares.
- Filme Favorito, de novo, de tantos e bons filmes com que já me deliciei, sonhei e cresci, atrevo-me a colocar em evidência Fuga Para a Vitória, se já o viram compreenderão porquê, se não, vejam e estou certo que compreenderão.
- Música favorita, a música sempre me acompanha, sobretudo nos momentos de escrita, destaco no entanto As Quatro Estações, de Vivaldi.


- Qual o papel da Luso-Poemas na divulgação do teu trabalho?

- Curiosamente esta nomeação coincide com o mês em que faço 2 anos como utilizador deste site. Como já disse em tempos, em determinados momentos este espaço funciona para mim como um “laboratório”, um veículo para chegar a pessoas que possivelmente não chegaria. Por aqui tenho criado alguns laços fortes, tenho consolidado as minhas opções sobre o que quero ser, e também definitivamente, sobre aquilo que não quero mesmo ser.

- Quem sugeres para poeta do mês de Setembro?

- Como a regra que me foi transmitida diz que o homem escolhe mulher, e a mulher escolhe homem.
Eu escolho Maria Verde, e se ela aceitar a minha escolha, ficarão a saber porquê.


A ti, fico-te grato pela oportunidade e pela tua coragem.
Um abraço de estima a todos os que sabem estimar e cultivam a estima.



Maria Fernanda Reis Esteves
49 anos
Natural: Setúbal
 
Autor
Nanda
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2112
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
64 pontos
39
1
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 01/08/2009 00:36  Atualizado: 01/08/2009 00:42
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
A admiração que tenho pelo escritor António Paiva,
tem-se vindo acentuar, conforme vou explorando o que escreve.
É indiscutivelmente um homem talentoso e mereceu este reconhecimento.
Ainda mais encantada fiquei depois de ler a entrevista e de lhe conhecer o seu espírito humanitário.
Trago há muito um sonho idêntico que era publicar um romance com histórias infantis e doar os direitos de autor a uma instituição.
Não sei se algum vez realizarei esse sonho mas felicito-o António por ter concretizado o seu ao ajudar uma Instituição tão meritória como é a APPACDM de Setúbal.
Parabéns à Nanda pela entrevista magnifica, ao entrevistado e à escolha que fez, EXCELENTE, já que sou uma admiradora confessa da Maria Verde.
Abraços para todos e felicidades
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 01/08/2009 01:24  Atualizado: 01/08/2009 02:03
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Antonio Paiva é sem dúvida alguma um grande escritor. A entrevista nos revela um homem que faz valer de verdade sua existência neste tempo!
Fico para além do fascínio e acredito muito mais na humanidade, quando me deparo com pessoas com a grandeza de Paiva!
Parabéns amigo!
Nanda, minha amiga, mandou muito, mas muito bem mesmo!
Parabéns!
E, Paiva, a escolha de Maria Verde é muito merecida! Não só pela ótima e versátil escritora que é, mas também, por engrandecer o site e
torná-lo um espaço muito mais literário, com sua capacidade de grande analista dos mais diferentes gêneros.
Abraço Paiva! Nanda e Maria, beijos!
Edilson


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 01/08/2009 02:45  Atualizado: 01/08/2009 02:45
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Caro amigo Antônio Paiva

Você é uma pessoa transparente assim como
na escrita desde que cá entrou que leio a tua
escrita e sempre o admirei por ser exatamente
como o é um homem de extraordinária personalidade
forte e que deixa a mostra nos teus escrito...

Adorei ter lido a tua entrevista e deixo desde já o meu
para bens por ser esta pessoa exatamente como é, e,
também pelos livros publicados e por todos que ainda
virão...

Um beijo no coração

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 01/08/2009 07:02  Atualizado: 01/08/2009 07:02
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3544
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Eu já sabia do poeta... do homem fiquei a saber e... a sorrir fico aqui. Um escritor verdadeiramente!... que borda as letras; que forja a poesia até queimar os dedos; que reveste as palavras com fino tecido; que põe sentimento ao que faz, tanto no papel quanto na vida.
Ademais, parabenizo a poeta Nanda pela justa e acertada escolha e agradeço a indicação um tanto emocionada, pois não me considero escritora, nem poeta... sim! rabisco sentimentos e emoções para tocar a vida... tanto a de fora quanto a de dentro.
Forte abraço aos dois!!

Maria verde

Enviado por Tópico
vandapaz
Publicado: 01/08/2009 17:24  Atualizado: 01/08/2009 17:24
Colaborador
Usuário desde: 22/11/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 572
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Homem, Escritor, Poeta e Amigo

Todos os dias, vou conhecendo mais um pouco de um deles.
Parabéns pela entrevista.

Não sei se tens vendido bem o teu último livro “Pedaços de vida e fantasia”, mas sei que a Vinicola Castelar tem vendido bastante vinho “Pedaços de vida e fantasia”. Agradeço-te imenso a oportunidade que nos deste de utilizar a bonita imagem do teu livro para usarmos nas nossas garrafas. Abriu-nos alguns mercados interessantes, e posso adiantar que, se tudo correr como previsto, em breve esse vinho estará em terras do Brasil.

Tenho a certeza que o livro “70 poemas por um sorriso” será um sucesso e que fará muita criança feliz.

Obrigada Nanda por nos trazeres o António e parabéns Maria Verde pois mereces esta distinção tal como nós merecemos conhecer-te mais um bocadinho.

Beijos aos três

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 01/08/2009 19:05  Atualizado: 01/08/2009 19:05
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
O que dizer sobre o Paiva e a Nanda?Gosto de ambos, cada um no seu estilo.Parabéns ao homenageado pela coerência (de palavras e ações) e pela indicação da Maria Verde.Nanda mandaste muito bem!
Bjins pra ambos, Betha.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/08/2009 20:05  Atualizado: 01/08/2009 20:06
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Gosto do António Paiva!Tenho o livro dele "Pedaços de Vida E Fantasia", que acho genial. Foi adquirido na Madeira pela minha amiga Liliana Maciel e ofertado no meu aniversário.

Gostei da entrevista...neste momento nada mais acrescentarei, a não ser a felicidade pela escolha da Verdinha que muito admiro.
Parabéns pela entrevista Nanda!


Beijo azul

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2009 07:50  Atualizado: 02/08/2009 07:50
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
...

um sincero agradecimento a todos pelas generosas palavras que me dedicam.

um grande abraço.

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 02/08/2009 12:08  Atualizado: 02/08/2009 12:12
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Já conhecia o homem em pessoa (que muito estimo), já lhe conhecia a escrita (que muito admiro) e agora fiquei a conhecer-lhe um pouco mais do trajecto de vida, tanto profissional como pessoal.
As causas que o movem e a opinião que tem acerca de determinados assuntos, que acho mais do que correctas e cheias de razão.

Para mim o António Paiva é uma pessoa muito especial, pela qual nutro uma enorme admiração e um carinho que não consigo explicar... cativou-me com poucas palavras!

Só tenho pois a agradecer à Nanda o facto de o ter escolhido para poeta do mês e a ele por ter aceitado.

Um beijinho para cada um de vós.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2009 13:09  Atualizado: 02/08/2009 13:09
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
À Antonio Paiva. às vezes, por falta de oportunidade, perdemos de conhecer a vida de pessaoas interessantes, e a homenagem que ora é prestada, atraves de "O meu Luso do mês" vem preencher essa lacuna. Parabéns pela dinâmica de trabalho e por seu espírito de fraternidade humana.

Um forte abraço.

Ulysses

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2009 13:50  Atualizado: 02/08/2009 13:50
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
...

Cleo

Ulysses

grato pela vossa presença e pelas vossas palavras.

Enviado por Tópico
luisalpsimoes
Publicado: 05/08/2009 00:04  Atualizado: 05/08/2009 00:07
Colaborador
Usuário desde: 02/03/2009
Localidade: Ansião
Mensagens: 591
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Nanda a sua escolha para o Luso do mês foi genial.
Tenho o imenso prazer de conhecer o António pessoalmente. Pessoa que muito admiro e gosto, e que com esta entrevista fiquei a conhecer melhor.
Todo este seu apoio ás causas é de um ser humano impar.
Em relação á escrita, todos sabemos como ele fala com as palavras. Excelente António.
Adorei a entrevista.
Um beijo para ele, e outro para si.

Já agora um beijo também para a Maria, que sei vai um Luso á altura.

Enviado por Tópico
MarciaOliveira
Publicado: 05/08/2009 00:23  Atualizado: 05/08/2009 00:23
Da casa!
Usuário desde: 27/07/2008
Localidade:
Mensagens: 432
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Excelente Nanda, como sempre.
Parabéns Antonio.
Carinho,
Márcia.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2009 00:50  Atualizado: 05/08/2009 00:51
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Lendo essa entrevista, se multiplicou a minha alegria de saber mais desse amigo do mundo das letras e da palavra; António Paiva. Que já de algum tempo acompanho-o, e a sua presença virtual aqui e agora, firma incontestavelmente quem ele sempre demonstrou ser, tanto pela sua postura, discernimento, e qualidade de escrita, quanto nos testemunhos de suas decisões e de suas obras. Pelo que senti, creio que há muito mais obras meritórias que sua humildade não permitiu expor, e isso só me faz aplaudi-lo com mais ênfase. Parabéns! Ao Homem, ao Poeta, ao Amigo, inclusive pelo excelente olhar a pessoa da poetisa Maria Verde como a próxima a ser entrevistada.
Igualmente parabenizo a poetisa Nanda por nos proporcionar esse grande momento de conhecê-lo.
Obrigado e meu fraterno abraço a todos.
José Silveira

Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 05/08/2009 01:09  Atualizado: 05/08/2009 09:14
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Olá! :)

Não querendo contrariar o titulo do teu livro :)) aposto contigo, que vais receber mais que 70 sorrisos :))) para inundar teu coração de poesia :))))

PARABÉNS PAIVA! TU MERECES! :))
Deixo muitos sorrisos e um beijo para ti!

Romma ;)

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 05/08/2009 21:28  Atualizado: 05/08/2009 21:31
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Nanda e António Paiva,

Dois enormes seres humanos!...
A Nanda teve a oportunidade de optar por um enorme escritor, e um grande ser humano, para Luso do Mês. Conheço ambos, pessoalmente...e como para mim, os olhos nos dizem muito, referencio-os como enormes, no sentido da sua generosidade e carinho pelos mais desfavorecidos e necessitados. A Nanda tem todos os dias a função de proteger crianças com deficiência e o António, pela sua sensibilidade, vai publicar um livro, com o propósito de fazer reverter o produto da venda para a APPACDM, o que é de elogiar e referenciar.
Quanto à escrita de ambos, admiro-os. Sendo o António (como já algumas vezes lhe referi) um dos meu autores preferidos neste sítio.
É sem margem para dúvidas um autor de referência, sendo a sua escolha o motivo de muita alegria para mim.
Quanto à escolha do António Paiva para Luso do Mês, no próximo mês, Maria Verde, ele lá tem as suas referências. É, também, uma das autoras que adornei nas minhas leituras, desde o dia que aqui cheguei.
Parabéns e Felicidades para o trio, agora referido.
Abraço António
Beijinho Nanda
Beijinho Maria

É muito bom fazer parte de um local onde vocês permanecem...

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2009 21:51  Atualizado: 05/08/2009 21:51
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Confesso-te que não pensei muito antes de vir aqui comentar esta distinção que te fazem e a entrevista que deste.
Todo o teu trajecto eu já conhecia, bem como as causas que abraças quando publicas os teus livros. Sabia das tuas raizes e conhecia as tuas ideias relativamente a uma série de assuntos.
Podemos discordar de muita coisa e pode aquilo que nos afastou estar ainda a roer-nos aos dois, mas antes que me arrependa quero-te dizer uma ou duas coisas, porque amanhã pode ser tarde.
Considero-te como escritor e como homem e lamento profundamente que a amizade que tínhamos se tivesse esfumado de uma forma absolutamente lamentável.
Podes pensar o que quiseres deste comentário, mas não sei viver com rancor, por isso me descalcei para entrar aqui e se queres saber, sinto-me agora muito melhor.
Desejo-te sucesso e que continues a escrever.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2009 22:16  Atualizado: 05/08/2009 22:21
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Felicito primeiramente a Nanda, aliás,
que só de olhar nos olhos dela nesta tela,
desde o princípio, a notei uma pessoa incomum, solidária.

Parabéns António Paiva, nobre escritor, que muita se doa ao próximo com atos e palavras. Embora não
o conhecesse, de ora em diante, reservo minha
mais sincera atenção à sua temática.

Uma escolha mais que acertada e merecida por
se tratar de um dos ícones que aqui exibe
sua arte de talento inquestionável.

Abração... e António, não perca este dom jamais.
Precisamos de gente como você para a construção
de uma sociedade mais justa e menos hipócrita.

Règis Camargo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2009 22:51  Atualizado: 05/08/2009 22:51
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Minha admiração pela pessoa e pelo poeta. É fantástica essa idéia de levar às crianças esse contato com as letras, e mais significativo ainda quando através da escrita és capaz de congregar as pessoas em torno de um bem comum.
Beijos à Nanda pela feliz escolha e ao Antonio pelo belo trabalho.
Sandra.


Enviado por Tópico
Antónia Ruivo
Publicado: 06/08/2009 14:15  Atualizado: 06/08/2009 14:15
Colaborador
Usuário desde: 08/12/2008
Localidade: Vila Viçosa
Mensagens: 3906
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Que dizer do António Paiva, além de admirar a sua escrita, que conheço unicamente pelo que vou lendo no Luso, penso que é um senhor das palavras, onde uma postura coerente com tudo o que escreve está sempre presente, obrigado Nanda por nos dares a conhecer um pouco mais do homem além do escritor,espero pelo mês de Setembro para conhecer um pouco mais de outra grande escritora deste site, a Maria Verde.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/08/2009 19:20  Atualizado: 06/08/2009 19:20
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Oh Paiva é massa com quê?

Já te disse que gosto muito de ti?

mas é miudo gosto muito de ti.

Beijão

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 06/08/2009 19:35  Atualizado: 06/08/2009 19:35
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
gostei de ler esta entrevista.a nanda fez perguntas pertinentes e com as respostas do antónio fiquei a conhecê-lo um pouco melhor.ainda há pouco comecei a descobrir a sua escrita,mas rapidamente constatei que é possuídor de um grande talento.fico a aguardar a próxima.é interessante esta idéia das entrevistas.parabéns a todos os envolvidos.

Enviado por Tópico
Ibernise
Publicado: 06/08/2009 20:16  Atualizado: 06/08/2009 20:16
Colaborador
Usuário desde: 04/10/2007
Localidade: Indiara(GO)
Mensagens: 1460
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Antônio Paiva.

É um prazer estar aqui e compartilhar esta emoção.

Conhecer melhor vc querido amigo e ilustre poeta Antõinio Paiva, com um trabalho impresso absolutamente impecável, já disponivel a posteridade.Trabalho literário que se alia a questões sociais, beneficios a pessoas carentes, auxilio solidário nas vias da alma e da matéria, rigorosamente passando pela educação.

Antônio gosto da sua escrita, do seu estilo. Considero seu trabalho como poeta escritor, uma grande contribuição, algo que realmente faz a diferença na qualidade e criatividade.

Estou aqui porq muito me orgulha lhe prestar esta homenagem.Parabéns. Lhe desejo muito sucesso.Fico feliz por saber que vc se dedica ao que gosta.


Realmente num grande momento de inspiração nossa querida Nanda fez esta escolha, conduzindo muito bem sua entrevista, nos mostrando mais de perto o homem e o poeta.Adorei e recomendo esta leitura como um exemplo de vida e de sucesso.Que muitos jovens possam ter este espelho.

Bjs

Ibernise


Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 07/08/2009 03:22  Atualizado: 07/08/2009 03:22
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Os meus Parabéns à Nanda por tão linda entrevista,também li a entrevista que foi feita a si Nanda, a qual gostei muito, de a conhecer. Pouco ou nada sabia de si, apercebi-me que você é um ser Humano exemplar, e além disso uma grande poetisa. Por isso os meus Parabéns talvez já atrasados, e, que nem deviam de ser dados aqui, mas sei que o Paiva não se vai chatear com isso. Beijos e tudo de bom para si, que seu caminho seja sempre iluminado como tem sido até agora.

Ao escritor Paiva, é um prazer saber mais um pouco de ti. És o meu escritor favorito daqui do luso "NUMBER ONE." Tens uma maneira de escrever super linda, sabes transmitir por palavras tudo a que te propões e que te escorre pela alma afora. Saber que nenhum curso especializado no assunto tens, ai, ai, isso é super. Bem, já sabes o que penso de ti. Admiro-te muito sobe todas as coisas, e não somente como escritor, o que fazes pelos outros ( crianças) é algo magnífico.
Te desejo tudo bom mas meu maior desejo tu sabes também qual é, só espero e acredito nesse dia, irá chegar de certeza.
Um beijinho de Parabéns!
Cina

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/08/2009 22:14  Atualizado: 08/08/2009 16:15
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
...

Cina,

grato pelo carinho e pela generosidade das tuas palavras.

beijinho.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 07/08/2009 22:41  Atualizado: 07/08/2009 22:42
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Parabéns Nanda, vc fez uma linda entrevista.

Olha só quem eu encontrei aqui!
Da outra vez, eu disse "algo" sobre sua foto e continuo com o mesmo pensamento, lembra?

O que é pastorear em Portugal? É cuidar de rebanhos?

Arianos não são egoístas, são rápidos demais, intensos nos sentires, que poucos conseguem acompanhá-los. De repente, olham para si e percebem que estão conversando com seu animal de estimação...rs...ou estão sempre andando, correndo ou fugindo para a vitória..rs...e quando disfarçam que estão parados, ficam penteando luares e recordações...rs...Esta pessoa não tem botão de desligar.

Fazfavor!! Vivaldi!! aaaa...está explicado de onde vem suas notas poéticas!!

Desejo mais sucesso pra vc, Paiva, porque sorte vc já tem.

Parabéns Paiva pela escolha de Maria Verde, posso imaginar o porquê.


Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 10/08/2009 12:28  Atualizado: 10/08/2009 12:28
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2027
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
exelente entrevista Nanda!

..é inegável o talento que tem pela escrita,Antonio.

espero que a Maria aceite a escolha.


abraços


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 12/08/2009 19:54  Atualizado: 12/08/2009 19:54
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Querido amigo, desculpe a minha falha. Só agora
vi sua entrevista. Tenho andando pouco por aqui,
por razões de trabalho. Perdoa-me.
Sempre gratificante é poder estar um pouco mais
próxima de sua vida, coroada de êxitos e principalmente exemplos a serem seguidos por aqueles
que tem amor no coração.
Um grande abraço do Brasil para ti!


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 12/08/2009 19:57  Atualizado: 12/08/2009 19:57
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Deixo um beijo a Nanda, linda entrevista!
E parabenizo a ti Antonio pela escolha
da Maria Verde!

Enviado por Tópico
goretidias
Publicado: 17/08/2009 13:46  Atualizado: 17/08/2009 13:46
Colaborador
Usuário desde: 08/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 1237
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
Parabéns António. Mereces a distinção!
Beijo


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 25/08/2009 18:01  Atualizado: 25/08/2009 18:01
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2747
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva p/ Paiva & Nanda
Das letras se fazem palavras e das palavras acções, esta é a minha definição do Paiva.

Um elogio à Nanda pela mestria com que usou as palavras para esgrimir com o Paiva.

Quanto à Maria Verde, é mais um pedaço da Primavera do Luso, é mais uma flor feita e palavras, que hajam muitas assim (e há).

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/10/2014 15:23  Atualizado: 14/10/2014 15:23
 Re: O meu Luso do mês de Agosto é António Paiva
gostei e muito de ler a entrevistadora e o entrevistado, parabéns e obrigado a vcs pela oportunidade super bacana.