https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Humor : 

"Micos" que paguei

 
Tags:  escola    telefone    banco  
 
“Micos” que paguei


Agora eu vou tentar narrar
Todos os micos que já paguei
Mas nem sei como vou começar
Pois são tantos que eu nem sei

O primeiro que ora me lembro
Foi quando eu entrei na escola
A professora pediu o material
Mas eu não tinha nada na sacola

O segundo mico que paguei
Eu não achei nenhuma graça
Foi quando num banco entrei
Ao sair, bati a cabeça na vidraça

O terceiro mico que eu me lembro
Foi no banco, como funcionário
Numa tarde do mês de setembro
Atendi ao telefone ao contrário*

Um certo parente já divorciado
Uniu-se a uma moça de programa
Eu, sem saber, perguntei a ele
Como essa sua filha se chama

E foram tantos e tantos micos
Que eu já paguei na minha vida
Que se fosse narrar todos eles
Esta poesia ficaria muito comprida.

jmd/Maringá, 21.08.09

*Coloquei o microfone no ouvido




verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
2808
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 21/08/2009 17:05  Atualizado: 21/08/2009 17:05
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: "Micos" que paguei
Bem humorado e "pra cima" o teu poema, João!Bem podias contar mais...Nem me importava se o poema ficasse comprido! :)
Bjins, Betha.