https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

[trago a casa agarrada à minha pele]

 
trago a casa agarrada à minha pele
entre palavras presa
a pele
às paredes aos móveis aos retratos
e uma voz que suspensa
entre pó
bailando ao som da luz
que lentamente cruza a memória



Xavier Zarco

 
Autor
Xavier_Zarco
 
Texto
Data
Leituras
1185
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
40 pontos
16
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 24/08/2009 22:44  Atualizado: 24/08/2009 22:44
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15516
 Re: [traga a casa agarrada à minha pele]
Muito legal essa idéia de pele e parede. Viajei! Abraços!


Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 24/08/2009 23:39  Atualizado: 24/08/2009 23:39
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
Xavier Zarco,

Como alguém diria: Ao mais alto nível!
Com uma profundidade poética e um amplo poder de sedução na poesia, como que, deixando um convite à reflexão individual mas, num todo.

Um abraço


Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 25/08/2009 02:17  Atualizado: 25/08/2009 02:17
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
Uma imagem muito bonita, sem dúvida.
Muito bom poema. Parabéns!
Amora


Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 25/08/2009 04:26  Atualizado: 25/08/2009 04:26
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
Sublime! Curtinho mas com uma capacidade de nos fazer ver mais além.

Mais do que gostar da imagem, senti a imagem!

Um beijo


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 25/08/2009 04:33  Atualizado: 25/08/2009 04:33
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
xavier:sempre achei que as casas (algumas) têm "alma".há uma especial que também tenho agarrada à pele.

o teu poema está fantástico,parabéns.
beijinho,
alex




Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 25/08/2009 20:34  Atualizado: 25/08/2009 20:34
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2027
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
...Camarada,
nao me atrevo a comentar...prefiro leva-lo comigo e que perdure na minha casa..que a ilumine durante o tempo que a memória me assiste!

é sempre bom ler coisas assim.


cordial abraço.


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 25/08/2009 20:49  Atualizado: 25/08/2009 20:49
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
Quer queiramos, quer não, o nosso corpo é o nosso refúgio e o nosso templo.
Há que saber cuidar dele com sapiência!
Poucas palavras, para um belo poema!
Abraç0!
Abílio

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/08/2009 19:12  Atualizado: 27/08/2009 19:13
 Re: [trago a casa agarrada à minha pele]
além do revestimento; a casa é como o corpo, receptáculo de almas.

me permita homenagear seu poema com essa humilde e triste morada;
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=35732

fraterno abraço
Silveira