https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

Carta 7

 
Do alto da macieira, no instante em que te vi para nunca mais te esquecer.

Ma Plus Aimmée Jolie,

Corri a biblioteca esta tarde, e, muito fiquei a lamentar não poder te ver por hoje. Sinto saudades de ti, minha doce Jolie. Atirei palavras de desapreço a todos os infortúnios a mim acometidos esta tarde, e, que me puseram, por alguns instantes, afastado de ti. Mas, os instantes mundanos, tão insanos, já não mais habitam o meu peito neste momento. Eles se dissiparam com a mesma intensidade que tuas palavras tocam o meu coração agora. E os meus olhos já não trazem mais o transluzir da desesperança, apenas agora se vestem das cores dignas e feitas a este amor, assim tão entregue em tuas mãos, destinado a ser inteiramente teu.

Sinto paixão em tuas palavras. Sinto o queimar de cada uma delas em mim. Não é certo dizer-te agora, minha mais amada Jolie, que estas tuas palavras são a mim reflexos de minha alma nessas noites infindas de saudade, quando eu não tenho a ti? Cuido-te, anjo meu. Cuido-te como quem guarda a um segredo. Retenho-te em meu peito, para desfazer cada laço de tristeza, para desatar cada argola dessas correntes a que outrora te reportaste, e, que não fulguram na essência destes carinhos meus. Não ouso prender-te a mim, minha Jolie. Não há escravatura no amor, e, os que assim pensam e seguem, regorjizam nas tristes sarjetas da vida por eles escolhida. Amo-te tanto, que mesmo se deleitasse as mais doces e intensas palavras aos pés de teus ouvidos agora, ainda assim, não saberia dizer-te o quanto tu és importante a mim.

Sentes meu carinho, ma Jolie? Se assim não te fores o bastante, desejo-me ser sol, chuva, delírio errante, para fazer-te entender por essas coisas loucas, que são os beijos desta tua boca que ouso pedir-te por um só instante.

Sorrisos meus.

Do teu, unicamente teu,

Secret Passionné

P.S.: “Da segunda, serei a lettre a ser jogada ao vento pela tua boca, nessas tardes de minhas mais infindas emoções.”


rody

Essas cartas são frutos de um ambicioso projeto literário que desenvolvo conjuntamente com uma minha amiga literata Jey. As personagens (Secret Passionné e Jolie) foram criadas para instigar a curiosidade das pessoas, e, permitir com que elas mesmas definam o desfecho da história, mostrando a pura singeleza de um amor vivente nos dias atuais. Não existe uma pessoa a quem escrevo. Escrevo o amor de todas as linhas, a todas as pessoas, pq o amor não faz distinção de raças, sexos, idades. O amor é soberano e o mais universal de todos os sentimentos. Declará-lo é propagá-lo, é se permitir a ele intensamente, nem que seja por um momento apenas. Amar sempre vale a pena. Boa leitura!
 
Autor
rody
Autor
 
Texto
Data
Leituras
472
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 25/08/2009 00:12  Atualizado: 25/08/2009 00:12
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15132
 Re: Carta 7
Muito romântico teus textos. São apaixonantes. Faço votos que esse projeto crie asas de condores e possa levar vocês por altas estratosferas. Abraços de carinho!


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 25/08/2009 13:38  Atualizado: 25/08/2009 13:38
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Carta 7
Continuo a deleitar-me com a sua escrita, poesia pura, onde o amor é de facto soberano.

Vale muito a pena vir ler seus escritos lindos.

Abraço
rosa