https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Textos deste autor
Offline
Nanda
Falando sozinha
Eu falo sozinha... Foi uma técnica que desenvolvi Mas não estou parvinha é isso que pensam pl...
Enviado por Nanda
em 14/04/2009 16:07:18
Textos deste autor
Offline
Nanda
O preço da fama
Vagueias nas teias da notoriedade Mas nada teceste para o merecer Ressurges do fundo da tua vaida...
Enviado por Nanda
em 01/04/2009 23:45:01
Textos deste autor
Offline
Nanda
O chamado
Algo mais forte que a própria vontade Uma voz que te chama um apelo, um chamado uma centelha divi...
Enviado por Nanda
em 15/02/2009 23:29:19
Textos deste autor
Offline
Nanda
Eu preciso de ti (Rui Caleira)
Parabéns, Amigo Hoje é teu aniversário Obrigada pelo teu carinho e generosidade por encheres de b...
Enviado por Nanda
em 07/01/2009 15:38:42
Textos deste autor
Offline
Nanda
Contactos
Tem vezes que sinto que não estou sozinha É uma presença que me acaricia É doce, é suave, é brisa...
Enviado por Nanda
em 04/01/2009 00:03:09
Textos deste autor
Offline
Nanda
Cansei
Cansei de lutas, de ideais Do meu ar certinho, responsável De tudo o que esperam de mim Quero ser...
Enviado por Nanda
em 01/01/2009 16:42:50
Textos deste autor
Offline
Nanda
Onde sempre estiveste
Afinal, tu não partiste! A noção de tempo e espaço não existe a única diferença é que não te vejo...
Enviado por Nanda
em 10/12/2008 13:20:28
Textos deste autor
Offline
Nanda
Xica Morena
Lá vem a Xica morena com mil tranças enfeitada, se chove ficam escorridas se faz sol arrebitadas ...
Enviado por Nanda
em 05/12/2008 13:27:11
Textos deste autor
Offline
Nanda
Menino de luz -Dueto - Vony Ferreira e Nanda
Pensei no menino em palhas deitado o frio lá fora neve no telhado. Menino, Menino Dá-nos a tua l...
Enviado por Nanda
em 04/12/2008 16:30:06
Textos deste autor
Offline
Nanda
Tempo
Começei por te dar tempo do tempo da minha vida. Foste entrando, lentamente, de mansinho e, de re...
Enviado por Nanda
em 22/11/2008 16:30:55
Textos deste autor
Offline
Nanda
Palavras a metro
Conversa retórica já disse e repito! Falei, reiterei esconjuro e abrupto-me e o que é que ganhei?...
Enviado por Nanda
em 17/11/2008 17:24:24
Textos deste autor
Offline
Nanda
Estarei sempre por perto
Indefeso o ser gerado em minhas entranhas. Sinto, quente, o amniótico líquido, sinal que estás pr...
Enviado por Nanda
em 16/11/2008 16:10:11
Textos deste autor
Offline
Nanda
Os cardos da desilusão
Plantamos flores nos canteiros da esperança e aguardamos que cresçam e floresçam, belas e viçosas...
Enviado por Nanda
em 15/11/2008 16:09:23
Textos deste autor
Offline
Nanda
Tatoo
Uma grande paixão ou um amor de mãe, da Pátria o sentimento. Um Tatoo que se faz no calor de um m...
Enviado por Nanda
em 10/11/2008 18:40:13
Textos deste autor
Offline
Nanda
São rosas, Senhor!
A Santa rainha de nome: Isabel distribuia pão pl´o povo d´el rei D. Dinis, seu esposo perguntou-...
Enviado por Nanda
em 08/11/2008 23:09:11
Textos deste autor
Offline
Nanda
Moinho de vento
Meu moinho moi o trigo loiro que alimenta o povo d´el Rei. Se há fome por estas bandas, não sei! ...
Enviado por Nanda
em 07/11/2008 22:09:12
Textos deste autor
Offline
Nanda
És a luz que me ilumina - Dueto com Vony Ferreira
Mostra-me as tuas mãos pequeninas! Sedentas dos meus carinhos e olha-me com esses olhos, amendoad...
Enviado por Nanda
em 04/11/2008 11:09:08
Textos deste autor
Offline
Nanda
Estarei sempre por perto!
Indefeso o ser gerado em minhas entranhas. Sinto, quente, o amniótico líquido. Sinal que estás p...
Enviado por Nanda
em 03/11/2008 13:16:43
Textos deste autor
Offline
Nanda
Soro Divino
É sangue "Daquele" que morreu na cruz o soro divino que corre em Jesus Cálice da vida ...
Enviado por Nanda
em 02/11/2008 12:00:42
Textos deste autor
Offline
Nanda
Flor de Jasmim
Meu pote de mel transborda na suavidade do doce favo do teu sorriso e afago E polinizo as flores...
Enviado por Nanda
em 31/10/2008 13:07:04
(1) 2 »