https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 »
Offline
Jdcc1
Epigrama da liberdade
Mesmo enclausurado, refém do tempo e indefeso Mesmo minha vida em centelhas ínfimas Só estarei v...
Enviado por Jdcc1
em 17/01/2019 09:53:44
Offline
Jdcc1
N° 41
Papel sobrando Poesia obstante Versos engodo
Enviado por Jdcc1
em 11/01/2019 16:58:06
Offline
Jdcc1
Consciência bifurcada
Sigo então Na intermitente linha reta da vida Cheia de curvas Na simetria imperfeita do inesperad...
Enviado por Jdcc1
em 07/01/2019 17:56:12
Offline
Jdcc1
Nessa noite tudo será silêncio
Eu amo o silêncio Aquele silêncio barulhento da alma Que fala na quietude da paz. Não sei o porq...
Enviado por Jdcc1
em 06/01/2019 08:08:50
Offline
Jdcc1
Carnal
Vem e ama-me, sem olhos a nossa espreita Dedique seu corpo a mim, lhe dedico o meu E esse desejo ...
Enviado por Jdcc1
em 29/12/2018 19:20:56
Offline
Jdcc1
De um poeta cansado
Escrever está ficando cansativo A verdade é que não tem mais do que falar Todos os assuntos estão...
Enviado por Jdcc1
em 24/12/2018 09:34:24
Offline
Jdcc1
Do amor primeiro
"Amor primeiro não é primeiro amor" ... Nasce a vontade cega de mudança Em contornos ...
Enviado por Jdcc1
em 21/12/2018 04:15:16
Offline
Jdcc1
Nonsense (XVIII)
Reino: animal Filo: cordados Subfilo: vertebrados Classe: mamíferos Ordem: primatas Família: ho...
Enviado por Jdcc1
em 20/12/2018 16:49:03
Offline
Jdcc1
Devotado as minhas dúvidas
Onde o diabo colocou o inferno Senão no fardo de uma consciência pesada? Onde está a consciência ...
Enviado por Jdcc1
em 18/12/2018 09:52:25
Offline
Jdcc1
Um poema sem corpo
Traço alguns versos, um poema Deveras deformado, Palavras arrancadas pra fora Como um caso forçad...
Enviado por Jdcc1
em 17/12/2018 09:56:55
Offline
Jdcc1
Liberdade de expressão
Vendem-se corpos Aliciam-se mentes Televisão vitrine Sensacionalismo evidente Conduta abusiva Con...
Enviado por Jdcc1
em 15/12/2018 09:59:42
Offline
Jdcc1
Da inexistência utópica ou da utópica inexistência
Tal queda d'água e o afogamento Tal como se perder no esquecimento Vem a morte ou seus fanta...
Enviado por Jdcc1
em 14/12/2018 16:56:04
Offline
Jdcc1
Metafísica dadaísta ou do constructo confuso
Eu sou Porque ninguém quis me ser Também não tenho vontade de ser Mas sou Fazer o quê? Nada, nada...
Enviado por Jdcc1
em 12/12/2018 00:23:05
Offline
Jdcc1
Pesadelo
Estava ele no marasmo De sua vidinha de roça Quando aprontou o burrinho E pôs esse numa carroça C...
Enviado por Jdcc1
em 11/12/2018 00:50:15
Offline
Jdcc1
Dependente (ou dos fracassos da razão)
Quisera eu Ser a razão em pessoa Mas as pessoas não tem razão Quem dera eu Por isso devo admitir...
Enviado por Jdcc1
em 09/12/2018 22:12:07
Offline
Jdcc1
Da eternidade necessária
Há a hesitação de acreditar no impossível. Meu caos. Íntima existência de limitações parábolas ...
Enviado por Jdcc1
em 01/12/2018 02:42:14
Offline
Jdcc1
O que eu deixaria se morresse hoje...
Deixaria lembranças... Lembranças de quem sempre buscou ser o melhor ser humano possível,de quem ...
Enviado por Jdcc1
em 28/11/2018 10:07:07
Offline
Jdcc1
Insuficiente (ou do esquizofrênico ao passo em falso)
Eu não tenho alma, definitivamente não Só o que tenho é a ilusão passageira do tempo Que corre, ...
Enviado por Jdcc1
em 25/11/2018 07:56:24
Offline
Jdcc1
Invento-me
Invento-me todo santo dia, Abnego as falhas e virtudes de outrora, O que fui ontem não me agrad...
Enviado por Jdcc1
em 18/11/2018 09:38:05
Offline
Jdcc1
Xeque-mate
Não são sonhos que tive ou que tenho São os que eu nunca terei São vidas forjadas em ódio Onde a...
Enviado por Jdcc1
em 17/11/2018 16:09:53
(1) 2 3 »