https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 12 »
Offline
saozinha
Sei de mim-Laços III
Sei de Mim -Laços III Sei de mim num retrato pintado a cores pelas mãos de um...
Enviado por saozinha
em 01/12/2010 21:20:12
Offline
saozinha
Sei de mim-Laços
[i]Sei de mim e destes Laços. Sei de mim neste novo tempo, neste novo momento Cumplicidades ...
Enviado por saozinha
em 20/11/2010 11:09:34
Offline
saozinha
Silencio das palavras
O silencio instala-se por entre os espaços das palavras. elas perderam vida já não gritam,já ...
Enviado por saozinha
em 25/10/2010 22:35:40
Offline
saozinha
Pena
Águas mansas espelhos de céus nuvens perdidas flocos de neve espelhados nas águas vidrada...
Enviado por saozinha
em 17/10/2010 21:41:12
Offline
saozinha
Rasgar a noite
Já houve tempos em que fui um vulto perdido por entre a folhagem á procura da luz era...
Enviado por saozinha
em 13/10/2010 20:13:24
Offline
saozinha
Caminho
Caminho ,vou nas direcção das encruzilhadas da vida sou o dia,a noite a eterna consciência do te...
Enviado por saozinha
em 10/10/2010 18:23:39
Offline
saozinha
Transmutação
Transmutação. para lá do infinito há um mundo novo que me espera. frágeis são os espelhos dest...
Enviado por saozinha
em 25/09/2010 01:29:51
Offline
saozinha
Esboços de luz.
Hoje não estou para ninguém quero ser árvore solitária perdida nas serranias do viver. Esboços d...
Enviado por saozinha
em 22/09/2010 20:29:05
Offline
saozinha
Solidão
Solidão. o copo de wiski espalhou-se pelo chão partiu-se em mil pedaços e o corpo entregou-se...
Enviado por saozinha
em 16/09/2010 14:55:40
Offline
saozinha
Pulsares
Na beleza de uma imagem invento um mundo de cores e gestos simples. de toques e mensagens subti...
Enviado por saozinha
em 13/09/2010 23:22:55
Offline
saozinha
Enviado por saozinha
em 12/09/2010 11:20:42
Offline
saozinha
Fragil o pensamento
Delicado frágil o pensamento subtis os traços cândidos alvos de brancura imensos centros...
Enviado por saozinha
em 05/09/2010 22:02:30
Offline
saozinha
Quando a alma chora.
Quando a alma chora dá-me as tuas lágrimas e o silêncio dos teus olhos e eu colho-as neste ma...
Enviado por saozinha
em 29/08/2010 17:54:47
Offline
saozinha
Palavras perdidas
Perderam-se as palavras em túneis longos errantes e frios que percorrem teu corpo. A mente,al...
Enviado por saozinha
em 26/08/2010 09:12:03
Offline
saozinha
Leveza feminina
Mulher dança a valsa da vida em silenciosos e cadenciados gestos alma solta dos sentimentos pere...
Enviado por saozinha
em 22/08/2010 22:00:24
Offline
saozinha
"o meu pequeno mundo"
Hoje pensei... o que me faz escrever a natureza? ...idealizá-la... engrandece-la... ...
Enviado por saozinha
em 18/08/2010 21:08:20
Offline
saozinha
Contradições.....
Há dias assim em que sinto toda a contradição da existencia... Estou.. mas não quero estar...
Enviado por saozinha
em 15/08/2010 02:09:43
Offline
saozinha
Silenciosas são as madrugadas.
Silenciosas e serenas são as madrugadas que me vêem despertar sou por vezes um barco solitário...
Enviado por saozinha
em 12/08/2010 20:37:32
Offline
saozinha
Contemplação
Há nesta entrega solitária tanto de vida de glórias, derrotas das areias desertas de ...
Enviado por saozinha
em 07/08/2010 20:17:54
Offline
saozinha
Sou o sonho.
Sou o sonho. Ele entrou devagarinho pela porta entreaberta,a casa vazia,silenciosa e arrumada,...
Enviado por saozinha
em 06/08/2010 20:52:56
(1) 2 3 4 ... 12 »