https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 7 »
Offline
Ruben
Cansaço
Quanto custa o teu amanhecer? Acordas para a vida que tens E não para a a que queres... E dizes...
Enviado por Ruben
em 21/11/2008 12:23:18
Offline
Ruben
Ópera do Mendigo
Por entre copos de bebida E entre a gente adormecida, Caiem as luzes na cidade. A lua despida, ...
Enviado por Ruben
em 21/11/2008 12:20:24
Offline
Ruben
"Mágoas"
Sinto-me vento, sinto-me vida, Sinto-me calma na palma da mão despida, Quando te escrevo em luas...
Enviado por Ruben
em 19/11/2008 18:32:28
Offline
Ruben
Luas Novas I
... então esquecemos a cidade... ...e a cidade esqueceu-se de nós. Ali à beira rio, Lisboa, ...
Enviado por Ruben
em 18/11/2008 16:05:34
Offline
Ruben
Noites à Lareira
Lá longe onde fica a memória, Para lá das dunas da história, Jaz a lembrança dela - Dorme soss...
Enviado por Ruben
em 14/11/2008 16:34:11
Offline
Ruben
(Pro)fundo
Inegávelmente bato no fundo... Aterro violentamente nas minhas frustrações. São ilusões,meras i...
Enviado por Ruben
em 08/11/2008 20:01:58
Offline
Ruben
"Atritos"
A mim próprio, contra a minha pessoa, Até que a voz doa, Mas a rouquidão propositada Por não se ...
Enviado por Ruben
em 17/06/2008 10:59:39
Offline
Ruben
"Entender"
De quantas pétalas se faz uma flôr, E de quantos sonhos se faz um sorriso, Basta um teu para te...
Enviado por Ruben
em 17/06/2008 10:32:00
Offline
Ruben
"Eu espero"
E se o mundo fosse pequeno, Estarias à minha porta? Estaria eu certamente De braços abertos sorr...
Enviado por Ruben
em 16/06/2008 14:12:43
Offline
Ruben
Borboleta
Uma verdinha alface Borboleta de uma face Em que flôr poisas tu? Por que ventos és soprada Ou po...
Enviado por Ruben
em 09/06/2008 11:46:51
Offline
Ruben
Quando o sonho cresce...
Quando o sonho cresce O adulto desce Para o fundo da vida, Onde encontra miragens De feitos e d...
Enviado por Ruben
em 03/04/2008 14:01:07
Offline
Ruben
No berço
Tricotavas as tardes quentes E embalavas o menino, Cantando-lhe histórias do seu destino Enquanto...
Enviado por Ruben
em 08/01/2008 13:39:56
Offline
Ruben
Reflexo
Dei comigo no espelho E atropelou.me a noção de como o tempo voa E as coisas mudam... Choquei d...
Enviado por Ruben
em 08/01/2008 13:38:06
Offline
Ruben
Relatos
Fiz-me porta fechada, De tranca arrombada, Tu fizeste-te sonho, De lua acordada, Eu pedi-te p...
Enviado por Ruben
em 08/01/2008 13:36:16
Offline
Ruben
(In)Fidelidades
Não sei se ao teu ouvido As coisas fariam mais sentido, Mas procuro-te nos olhas a cumplicidade,...
Enviado por Ruben
em 26/11/2007 10:46:25
Offline
Ruben
Triste
Andas triste com a vida, Porque te fogem os sonhos... Escorrega-te por entre os dedos o futuro, ...
Enviado por Ruben
em 08/11/2007 12:08:07
Offline
Ruben
De novo, Musa...
Hoje sou de novo poeta, Canto aos quatro ventos Os meus verbos enversados, De saudade, de calor....
Enviado por Ruben
em 06/11/2007 10:53:05
Offline
Ruben
Contos de Meia Noite III
Quando escurece Parece Que o mundo me suga a luz, E me convence a dormir, Quando escurece Pare...
Enviado por Ruben
em 05/11/2007 18:05:29
Offline
Ruben
Olho-te
Da minha janela Vejo-te a dança de contornos femininos, Em movimentos felinos Como àgua que não c...
Enviado por Ruben
em 05/11/2007 16:28:53
Offline
Ruben
A estrada para a hora de almoço
Lá da serra trabalho, onde o pássaro no galho, ja não canta, ja não pia, na berma da estrada a...
Enviado por Ruben
em 02/11/2007 10:13:36
(1) 2 3 4 ... 7 »