https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

"Mágoas"

 
Tags:  amor    poesia    saudade    tristeza    ruben  
 
Sinto-me vento, sinto-me vida,
Sinto-me calma na palma da mão despida,
Quando te escrevo em luas tardias
De amargas estrelas,
Que se brilham estáticas inertes
Ainda assim não consigo vê-las...

Reluz, relâmpago, e cai
Nos meus poemas que eu desta dor sou pai
E acaba com estes filhos bastardos!

O candelabro no tecto ilumina
O poeta que a sua musa imagina
Para tantas paredes mudas. Tantas paredes mudas.

Sinto-me vento, sinto-me vida,
Sinto-me carta de amor lida,
Rasgada,
Esquecida,
Por arrependimento e fita-cola mantida,
Numa gaveta de passados.


Obrigado a tudo o que me inspira.

 
Autor
Ruben
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1205
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 19/11/2008 19:30  Atualizado: 19/11/2008 19:30
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: "Mágoas"
Poema triste muito profundo, gostei.

Beijos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/11/2008 20:32  Atualizado: 19/11/2008 20:32
 Re: "Mágoas"
Bela a tua composição, Rubens!
As imagens poéticas que usas nos versos, transmitem mais recordações e saudades que mágoas.Apreciei muito!
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 19/11/2008 22:13  Atualizado: 19/11/2008 22:13
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: "Mágoas"
Gostei muito deste seu poema, Ruben!
Open in new window

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/11/2008 01:28  Atualizado: 27/11/2008 01:28
 Re: "Mágoas"
Boa noite, poeta! Que lindo poema! Que peito rasgado, que mágoa, que intensidade!!! Continue com tuas inspirações que despertam emoção!
Abraços poéticos!